Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Bolsas econômicas mundiais estão em queda devido ao Coronavírus

Número de mortos pela doença na China já chega à 106
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 28/01/2020 - 08:14Atualizado em 28/01/2020 - 10:20
Foto: Kin Cheung / AP
Foto: Kin Cheung / AP

O aumento do número de mortos pelo Coronavírus e a velocidade com que a doença vem se espalhando continua pautando o mercado econômico de todo o mundo. Por ser uma das grandes potências econômicas mundiais, a China acaba tendo forte influência nas bolsas de todo o globo, e eventos como o Coronavírus acabam trazendo muitas incertezas para o mercado.

De acordo com o economista Lucas Rocco, praticamente todas as bolsas do mundo estão em queda forte - e o Brasil não escapa dessa estatística. “Ontem o Ibovespa não foi diferente, caiu mais de 3%, e com a queda acentuando depois que a Organização Mundial da Saúde classificou o risco da doença como elevado, sendo que na semana passada ela estava como moderada”, disse.

Chegando a 114 mil pontos, o Ibovespa praticamente zerou todos os ganhos adquiridos em 2020. Além disso, o preço do dólar segue acima dos R$ 4,20 e o valor do barril do petróleo continua caindo cada vez mais, estando neste momento em US$ 52,90.

Tanto no Brasil quanto nos países do exterior, principalmente nos Estados Unidos, incia-se uma temporada em que grandes empresas começam a divulgar os seus resultados. Nos EUA, temos empresas como Apple, Facebook e Google apresentando os seus dados, que podem ajudar a melhorar o humor do mercado mundial. Já no Brasil, temos empresas como a Cielo, que vem em queda.