Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Banhista sofre grave queimadura em Jaguaruna

Uma adolescente de 13 anos tomava banho no Balneário Esplanada quando foi atingida por uma água-viva
Denis Luciano
Por Denis Luciano Jaguaruna, SC, 19/12/2018 - 14:33Atualizado em 19/12/2018 - 15:01
Divulgação
Divulgação

"Ela saiu do mar correndo e gritando de dor". O susto da mãe Ana Paula Bertan foi grande quando, na casa perto da praia em Balneário Esplanada, entrou correndo a filha Maria Luiza aos berros, com a perna mostrando graves marcas de queimaduras.

"Ela foi atacada por uma água-viva das grandes", conta a mãe, passado o susto. "Meu marido estava com ela, viu algo como uma esponja passando perto e depois sumindo. E em seguida a minha filha sentiu a queimadura".

De fato, as fotos confirmam que trata-se de uma queimadura além dos padrões normais. A mãe fez o correto nesses casos, aplicou vinagre no local. "Mas havia uns tentáculos compridos, de uns 25 centímetros, transparentes e com uma gosma vermelha dentro. Meu marido arrancou", relata. A menina foi atingida na coxa e até próximo das partes íntimas.

"Ela ficou duas noites sem dormir de tanta dor que sentia, só conseguiu dormir na noite passada", refere Ana Paula, que levou a filha para atendimento médico. A família é residente em Morro da Fumaça.

Bombeiros alertam

A temporada começou faz pouco, e os salva-vidas ainda registraram poucas ocorrências de águas-vivas na região. "Alguns casos isolados. Quando houver alerta maior, estaremos colocando a bandeira lilás nos postos", reforça o capitao Samuel Ambrósio, do setor de instrução e ensino do Corpo de Bombeiros regional.

"Recomendamos as pessoas que procurem nossas equipes que estão equipadas e com as técnicas adequadas. Nunca usem água doce, que colabora para a água-viva liberar mais toxinas na parte atingida. Caso necessário, usem a própria água do mar para remoção", conclui.

Confira mais detalhes nesta quinta-feira no Jornal A Tribuna.