Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Atrações culturais gratuitas em Criciúma no próximo mês

Projeto itinerante Estação Cultural estará na cidade nos dias 6 e 7 de março
Redação
Por Redação Criciúma - SC, 23/02/2018 - 17:57Atualizado em 23/02/2018 - 18:01
(foto: divulgação/Decom)
(foto: divulgação/Decom)

Criciúma receberá nos próximos meses mais duas importantes atrações culturais. As atividades serão realizadas por meio da parceria entre Prefeitura, via Fundação Cultural de Criciúma (FCC) e Fundação Catarinense de Cultura (FCC). Os eventos fazem parte do projeto itinerante Estação Cultural, que leva apresentações artísticas e oficinas a 50 cidades de Santa Catarina, entre fevereiro e abril de 2018.

Nos dias 6 e 7 de março, os criciumenses poderão participar da oficina Vivência 'Xirê: sentidos criados no fazer', ministrada por Alexandra Alencar. A atração será realizada na Casa da Cultura Neusa Nunes Vieira, das 18h às 22h. Já no dia 14 de abril, os moradores poderão apreciar o espetáculo 'Cantação de Histórias com As Maricotas', de Bianca Ramos. A peça será apresentada na Biblioteca Municipal Donatila Borba, às 14h30.

Segundo o presidente da FCC, Serginho Zappelini, as atrações não terão custos ao município, nem aos espectadores. "É um presente que os cidadãos criciumenses estão recebendo. A gratuidade permite que todos os públicos compareçam aos eventos. A fundação ajuda no sentido de organizar a vinda dessas atrações a Criciúma. Qualquer movimento artístico ou cultural que venha à Criciúma é muito importante para a população e, por isso, estaremos contribuindo com a realização", explica.

Para Serginho, os munícipes precisam comparecer aos eventos para que o município seja contemplado com outros projetos semelhantes. "Muitas vezes as pessoas reclamam da falta de atrações culturais, mas quando oferecemos, não participam. Para iniciativas como essa continuarem sendo realizadas, precisamos do envolvimento da comunidade", ressalta o presidente.

Confira a sinopse das atrações culturais:

Vivência "Xirê: sentidos criados no fazer"

A proposta é desenvolver uma série de atividades corporais que remetem as características arquetípicas dos orixás, propondo, desta forma, um fomento a uma noção de bem-estar com base nos valores afro-brasileiros, como o respeito à ancestralidade, à religiosidade, à oralidade, à coletividade, dentre outros. Segundo Cacciatore (1998), o termo xirê significa ordem em que são tocadas, cantadas e dançadas as músicas aos orixás, em rituais dentro de algumas práticas religiosas de matriz africana.

Cantação de Histórias com As Maricotas

As Maricotas cantam três histórias integrando as linguagens cênicas, a dança e a música, envolvendo a plateia com ritmos e mensagens de cooperação, amor, confiança e respeito aos mais velhos. 'Borboleta Bruxa Zurumilda' não sabe dançar e estraga todos os bailes com seus feitiços fedorentos; o 'Rato' tem tanto amor para dar até que encontra seu par perfeito; e 'O Menino sem nome' aprende a confiar nos ensinamentos de sua mãe e ganha um nome nada convencional. As histórias são livres adaptações, indicadas para crianças de 5 a 10 anos.