Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Após mudança na gestão, Porto de Laguna dobra faturamento

As receitas do terminal passaram de R$ 596 mil em 2019 para R$ 1,27 milhão em 2020, um incremento de 113%
Redação
Por Redação Laguna, SC, 27/07/2021 - 17:11
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Menos de dois anos após o Governo do Estado assumir a gestão do Porto de Laguna, o cenário no terminal pesqueiro é de um aumento nas operações que resultou em faturamento anual mais de duas vezes superior aos registrados anteriormente. As receitas do terminal passaram de R$ 596 mil em 2019 para R$ 1,27 milhão em 2020, um incremento de 113%. Os bons resultados se mantêm em 2021, com R$ 622 mil faturados só no primeiro semestre.

De acordo com o gerente executivo do Porto de Laguna, Fernando Vechi, a melhoria dos resultados financeiros está diretamente associada ao aumento na operação com pescados. "Fizemos um trabalho intenso de divulgação do Porto de Laguna junto a vários armadores, visitando muitos deles e garantindo que eles encontrariam os insumos de que precisam e tratamento isonômico caso decidissem operar aqui. Isso foi fundamental", explicou.

Outras iniciativas foram a melhoria nos contratos de arrendamento, como a terceirização da produção de gelo, que aumentaram o faturamento e melhoraram a operação. O Governo do Estado exerce a gestão do porto por meio da SCPAR.

Planejamento para o futuro

Historicamente deficitário, o Porto de Laguna passou a reduzir os prejuízos anuais e se encaminha para a autossustentabilidade financeira. Para isso, há estudos para implantar um Plano de Desenvolvimento e Zoneamento, que viabilizará novos contratos de arrendamento e planejamento para a dragagem do berço do porto, de modo que haja maior segurança para as embarcações entrarem, independentemente das condições meteorológicas e do mar.

"Esta é uma situação que vem de décadas e demanda investimentos significativos. Estamos trabalhando para conseguir o projeto, a partir do qual poderemos ir em busca de recursos para executar. Com isso, teremos mais estabilidade para as operações em Laguna, que historicamente dependem muito das condições do mar", explicou o gerente.