Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Amrec e Amesc somam mais de R$ 9,7 milhões em prejuízos na agricultura após as chuvas

Levantamento é da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri). Na Amurel, danos chegam a R$ 40 milhões
Geórgia Gava e Stefanie Machado Criciúma, SC, 12/05/2022 - 07:30 Atualizado em 12/05/2022 - 08:35
Foto: Juliano Trindade/ Divulgação
Foto: Juliano Trindade/ Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

Quase 10 milhões. Esse é o prejuízo estimado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), até o momento, no que diz respeito aos danos causados pelas chuvas na agricultura. Os dados são referentes às regiões Carbonífera (Amrec) e do Extremo Sul (Amesc). Entre as culturas mais atingidas, conforme o relatório finalizado na noite de quarta-feira (11), estão a soja, o aipim e os legumes. 

No total, o valor dos prejuízos chega a R$ 9.711.793,00. O levantamento conta com dados da Epagri, colhidos em conjunto com as Defesas Civis e Secretarias Municipais de Agricultura. "Esses números representam perdas em relação à produtividade das lavouras e criações. A cultura da soja foi a que apontamos maiores prejuízos, principalmente, em relação à qualidade do grão e à impossibilidade da colheita, nos municípios de Criciúma, Içara e Forquilhinha", comenta o gerente regional da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural, Edson Borba, em entrevista ao programa Adelor Lessa desta quinta-feira, dia 12. 

A Epagri ainda afirma que o arroz irrigado, principal atividade agrícola em áreas sujeitas a alagamentos, já estava com a safra praticamente colhida e, até o momento, não foram registradas perdas significativas no setor. “Se essa chuvarada tivesse vindo 30, 40 dias antes, provavelmente, os prejuízos para a nossa região seriam muito maiores”, destaca. 

Cerca de 517 famílias no campo foram atingidas pelas chuvas, também conforme o levantamento da Epagri. Para a recuperação das lavouras nas quais as perdas passaram de 50% da área, uma alternativa seriam os programas de financiamento para agricultores. "A grande questão é que esses prejuízos levantados aqui são em função da qualidade do produto obtido. Ou seja, são áreas maiores que esses programas acabam não conseguindo atender em sua totalidade os danos dos produtores", detalha. 

Confira abaixo detalhadamente o levantamento da Epagri:

Fonte: Epagri

Na Amurel, prejuízos podem chegar a R$ 40 milhões

As chuvas da última semana podem ter gerado prejuízos de até R$ 40 milhões na região da Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel). Dentre as culturas mais atingidas, a produção de leite foi a mais prejudicada. 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito