Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Alma, Garra, Doação e a solidariedade no HH

Tigre com a Unesc, Cruz Vermelha e 28º GAC iniciaram campanha nesta segunda-feira 
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 06/04/2020 - 16:40Atualizado em 06/04/2020 - 17:02
Fotos: Marciano Bortolin / 4oito
Fotos: Marciano Bortolin / 4oito

O pátio do Estádio Heriberto Hülse, sempre tomado pelos torcedores vestidos de preto, branco e amarelo, agora dá lugar, mais uma vez, à solidariedade. O Criciúma Esporte Clube se uniu à Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) para promover a campanha “Alma, garra e doação”, que passou a arrecadar cestas básicas a partir desta segunda-feira, 6. A ação ocorre por conta da crise causada pelo coronavírus (Covid-19), se todo o alimento angariado será entregue às famílias mais necessitadas. 

Já no primeiro dia, a organização já destaca o grande movimento de pessoas querendo doar alimentos. Inciamos às 9h e antes já tinha uma pessoa querendo fazer a sua doação. Apesar da chuva, do mau tempo, estamos satisfeitos com o volume arrecadado”, comenta o diretor de Operações Comerciais e Marketing, Júlio Remor.

Ele lembra também, que todos os dias,às 17h, todo o alimento arrecadado será entregue à Cruz Vermelha que, por sua vez, fará a distribuição às famílias. “Importante explicar que  não é o Criciúma que vai distribuir. Quem tem expertise nisso é a Assistência Social do município e a Cruz Vermelha que já têm esta lista de quem precisa e faz o alimento chegar muito mais rápido na casa das pessoas”, fala.

A intenção é chegar a mil cestas básicas, mas o número, diz Remos, é o que menos importa. “Queremos alcançar mil cestas básicas, que passa das 10 tonelas. Outras instituições também estão fazendo. Mas é importante a mensagem que estamos deixando que é que podemos fazer algo para ajudar. Cada um pode fazer um pouco. Se cada um fazer um pouco, conseguimos ajudar neste momento de pandemia”, enfatiza.

Convocação

As doações ocorrem em formato de drive thru, ou seja, as pessoas não precisam nem descer do carro. “Montamos tendas do 28º GAC e da Unesc, mesmo com chuva. É só chegar com o carro, os voluntários retiram do carro, não tem contato. Além de ajudar quem precisa, ainda ganha um frasco de álcool gel feito pelos acadêmicos da Unesc e um cupom para concorrer a camisas oficiais do Criciúma”, relata Remor.

O diretor comercial do Tigre ainda aproveita para convocar a torcida e a comunidade para doar. “Convocamos, primeiramente, toda a torcida carvoeira para que entre em campo neste momento. Geralmente a gente chama a nossa torcida para os jogos, para empurrar o nosso time, mas agora estamos convocando para vir fazer uma ação solidária. Estender a mão. Vamos recolher todos os dias até o dia 17 das 9h às 12h e das 14h às 17h”, enfatiza.

Torcedora símbolo do Tigre, dona Ivone Camilo Fernandes, foi uma das que foi ao Majestoso na tarde desta segunda-feira deixar a sua doação.

Tags: coronavírus