Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Agressor de Fontana é indiciado por agressão grave

Delegado responsável pelo caso afirma que não indiciou o agressor por tentativa de homicídio por não ficar comprovada a intenção de matar
Arthur Lessa
Por Arthur Lessa Criciúma, SC, 16/08/2017 - 18:24Atualizado em 17/08/2017 - 00:02

A Polícia Civil concluiu, nesta quarta-feira (16), o inquérito do caso de agressão do corretor de imóveis Renato Martins contra o empresário Olvacir Fontana. Martins foi indiciado pelos crimes de agressão grave contra Fontana e de ameaça contra Rogério Carlessi, que acompanhava o empresário no momento da agressão.

Fontana foi agredido no dia 30 de julho, quando caminhava pela área central de Criciúma e foi suspreendido pelo agressor que veio por trás e o atingiu com um soco, causando diversar fraturas na face do empresário.

Em entrevista ao repórter Jotha Del Fabro, da rádio Som Maior FM, o delegado Vitor Bianco Júnior, responsável pela investigação do caso, afirmou que não indiciou o agressor por tentativa de homicídio por não ficar comprovada a intenção do agressor de matar o empresário. "Entendi por fazer esse indiciamento. O Ministério Público, entendendo que a tipificação não é a correta, ele vai fazer a denúncia da maneira mais correta que ele entender", explica o delegado.

Quando questionado se a polícia deu mais atenção ao caso por envolver um grande empresário da cidade, Bianco Júnior afirmou que não deu tratamento diferenciado e comparou a atuação policial com a realizada no caso da menina Kenifer, de sete anos, brutalmente assassinada em 2010.