Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Agora: Toda Sexta, debate de Içara, Covid e Tigre na pauta

Debatedores desta sexta no estúdio da Som Maior repercutiram o primeiro encontro dos candidatos a prefeito de Içara
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 25/09/2020 - 15:45
Antonelli, João Pedro e Beto Feldmann no debate do Agora, nesta sexta, com a edição da Toda Sexta em mãos / Foto: Luana Mazzuchello / 4oito
Antonelli, João Pedro e Beto Feldmann no debate do Agora, nesta sexta, com a edição da Toda Sexta em mãos / Foto: Luana Mazzuchello / 4oito

De tudo um pouco. Foi o resumo da edição desta sexta-feira, 25, do debate do Agora, na manhã da Rádio Som Maior. A estreia da revista e jornal Toda Sexta foi uma das atrações. "Está muito bonito", saudou o ex-prefeito Anderlei Antonelli, um dos debatedores.

O empresário João Pedro Herrmann, também integrante da mesa, lembrou que o nome da nova publicação, lançada nesta sexta, relembra um antigo projeto que ele tocou nos anos 80 com a sua esposa, a colunista social Zuleide Herrmann. "O Adelor Lessa lembrou disso hoje, que a escolha do nome foi uma homenagem ao suplemento que a gente manteve por anos no Correio do Sudeste e no Jornal da Manhã, ficamos emocionados com essa homenagem agora", reforçou. "É muito legal ver um filho nosso que retorna", apontou.

Debate em debate

Os debatedores discutiram, também, o primeiro encontro dos candidatos a prefeito de Içara realizado também nesta manhã, na Som Maior. "Começou tímido", observou Antonelli. "Que nem um jogo de futebol, começa estudando o adversário", frisou. "O debate de Criciúma também foi bastante tímido. Claro que quem está há mais tempo na lida política, como o Clésio (Salvaro) e o Minotto (Rodrigo) leva vantagem", destacou. "Quem diz que não treme, está mentindo", emendou o ex-prefeito. "Achei o debate de hoje muito bom, os dois candidatos parecem bastante preparados, a ausência da Dalvânia (Cardoso, do PP) é um tiro no pé. É preocupante, dá para fazer várias leituras", avaliou.

Para o advogado Humberto Feldmann, que também participou do debate desta sexta no Agora, também avaliou o encontro dos candidatos de Içara. "Quem perde muito é o eleitor, é momento de saber as propostas, de equilibrar a tensão, verificar a tensão dos candidatos. Daí você se nega, qualquer candidato que usa essa estratégia, a gente tem que ficar com o pé atrás", comentou, também repercutindo a ausência da candidata Dalvânia. "Tenho acompanhado os debates. Eu voto em Criciúma, não em Içara, mas qualquer debate eu gosto de escutar. Só estou achando os debates na água com açúcar, o respeito é bacana. Mas no caso de Criciúma, o Clésio abriu a guarda", pontou João Pedro Herrmann.

O atual estágio da pandemia de Covid-19 e o jogo do Criciúma nesta sexta, contra o São José de Porto Alegre, também fora destacados. Ouça a íntegra do debate no podcast do Agora: