Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Acélio Casagrande: Contrato do Materno Infantil deve ser revisado constantemente

Objetivo é identificar os serviços que estão sendo prestados e os que não estão
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 15/07/2019 - 09:42
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

O contrato entre o Ideas e o Hospital Materno Infantil Santa Catarina (HMISC) poderá ser rompido. Conforme o secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande, um contrato como este deve ser analisado a cada trimestre. Na sexta-feira (12) aconteceu uma reunião envolvendo entidades ligadas ao hospital, para analisar os resultados indicados.

“O contrato foi feito ano passado e passou do município para o Estado, foi um contrato que precisa ser revisto a cada três meses. Quando a instituição não atinge as metas, elas são revistas, o Estado não vem pagando na integralidade porque não atinge as metas, essa revisão é normal”, afirmou Acélio.

Segundo ele, no contrato existem alguns serviços que não são oferecidos, enquanto outros realizados não são pagos. “O nosso projeto está de acordo com o planejado, mas mudanças precisam acontecer sempre. O Hospital Santa Catarina tem que crescer e se modificar conforme precisamos”, frisou o secretário.

Clinica auditiva de Criciúma

O centro Audiosul Clínica Auditiva foi anunciado em outubro, mas até agora não realiza atendimentos. Falta uma autorização do Ministério da Saúde. “Eu fui a Brasília fazem duas semanas. Acho que convenci os técnicos a habilitarem um serviço só. Eles queriam que não fosse apenas auditiva. Espero que nesta semana tenhamos alguma resposta”, citou.