Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A persistência de Maurício, 17 anos, rumo a Oxford

Criciumense é exemplo de obstinação. Seu sonho é a graduação em uma Universidade dos Estados Unidos
Maria Henrique Leandro Criciúma, SC, 12/05/2019 - 16:30
Divulgação
Divulgação

Maurício Nogueira Silvério, de 17 anos, foi selecionado para participar de um curso durante o período de duas semanas na Universidade de Oxford. Depois de ter enviado 21 emails, participado de duas reuniões via Skype e outras duas pessoalmente, ele foi beneficiado com bolsa integral. Uma trajetória marcada pela persistência, projetos e objetivos a serem alcançados. "Eu sou movido pelos meus propósitos. Eu vou atrás das coisas, pesquiso oportunidades na internet, como alcançá-las, pessoas que já conseguiram e possuo mentores que me auxiliam nesse processo da busca por informações", comenta.

Neste ano, o jovem participou da maior conferência sobre protagonismo juvenil do mundo: a 'The Youth Assembly'. Esta é uma conferência organizada pela Friendship Ambassadors Foundation em parceria com a Organização das Nações Unidas (Onu) que ocorreu em sua 23º edição. O evento reuniu mais de 900 jovens de mais de 110 países para discutir os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável que a Onu quer que os países cumpram até o ano de 2030 com a participação dos jovens de maior destaque dos mais diversos países ao redor do mundo.

Dentro da conferência, ocorreu uma competição de empreendedorismo social chamada 'Impact Challenge', organizada em 3 fases. A primeira, foi o preenchimento do formulário online. Depois disso, foram selecionados 30 projetos para a segunda etapa que era uma entrevista. Posteriormente, dos 30, 10 deles foram escolhidos para serem pessoalmente apresentados na final na New York University, sendo um deles o de Maurício.

O criciumense diz que o seu sonho é se graduar em uma Universidade dos Estados Unidos. "Eu me apaixonei completamente pelo sistema americano e pela filosofia dessas faculdades. Eles avaliam o aluno muito mais do que ele faz na sala de aula, muito mais do que as provas e notas. O estudante é avaliado como um todo, é um processo  em que eles querem, de fato, saber quem eu sou como ser humano e porque eu mereço estar lá", afirma.

O jovem trabalha como desenvolvedor Front End na empresa Humana, controladora da Organizze na parte da tarde e, na parte da manhã se dedica nos estudos de provas internacionais. Além disso, ele está desenvolvendo um projeto de Startup, visando promover oportunidades educacionais e deve ir ao ar nos próximos meses. "Estamos desenvolvendo a plataforma e já vai conter algumas oportunidades já no lançamento, inclusive em escolas particulares aqui da região", acrescenta. "Eu planejo também, ainda neste ano, lançar uma mentoria para ajudar pessoas que queiram tanto uma oportunidade curta fora do país, quanto fazer a faculdade nos Estados Unidos", diz.

Segundo Maurício, cada um deve descobrir o seu propósito. "O propósito é o que nos move, é isso que nos dá forças para vencer os nossos medos", conclui.

Os interessados pela mentoria que em breve será lançada podem entrar em contato com o jovem através do Instagram @mauricionsilverio.