Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

"A cidade toda tem que olhar para esse plano como seu", disse Secretária de Turismo

Nova Veneza recebeu plano de turismo elaborado pelo Sebrae
Beatriz Coan
Por Beatriz Coan Nova Veneza, SC, 08/04/2021 - 11:29Atualizado em 08/04/2021 - 11:30
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Apesar de todos os atrativos turísticos, o município de Nova Veneza não consta no mapa de turismo do Ministério do Turismo. Para mudar isso o Governo Municipal acionou o Sebrae para a elaboração de um plano estratégico do turismo local. O estudo foi feito e 84 ações foram elencadas pelo instituto.

As ações a serem desenvolvidas abrangem infraestrutura, comunicação, comércio entre outros. O Sebrae fez o mapeamento dos atrativos de Nova Veneza. O principal objetivo atualmente é roteirizar e transformar em um produto turístico. Para que assim o visitante prolongue a sua estadia no município.

Segundo Carolina Ghislandi, secretária de Turismo de Nova Veneza, o poder publico já está articulando para que haja um sistema de informação voltado para o turista. "Hoje Nova Veneza precisa fazer com que o turista em qualquer dia do ano chegue na cidade e se sinta acolhido. Ou antes de chegar na cidade já tenha um arcabouços de informações para saber o que que é Nova Veneza e o que que é que a cidade oferece.", disse Ghislandi. Discussão sobre sinalização turística, centro de atendimento ao turista, informações virtuais e físicas estão sendo reativadas.

Através desse fortalecimento a comercialização da rota turística será feita. O estudo do Sebrae trouxe informações como público alvo e nichos específicos para atuar no mercado e esse será o foco do município. E posteriormente investimentos na infraestrutura devem começar. Estes investimentos devem ser feitos pelo poder público como também por iniciativas privadas.

A secretária destacou que a cidade já entendeu que a vocação dela é o turismo. "Mas a cidade toda tem que olhar para esse plano como sendo seu. Se não, sozinhos nós (poder público) não vamos conseguir executar tudo", disse Carolina.