Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A acessibilidade digital na pauta da Assistência Social

Secretaria de Estado utiliza diversas ferramentas online para dinamizar atividades
Por Redação Florianópolis, SC, 14/05/2019 - 23:47
Divulgação
Divulgação

Eleições para conselheiros tutelares em municípios, serviço de Acolhimento Familiar de Crianças e Adolescentes, questões práticas sobre o atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica em Santa Catarina, são alguns dos temas abordados em transmissões on line, realizadas pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST). E de agora em diante, muitos outros temas também poderão ser acompanhados com a acessibilidade digital proporcionada em suas contas oficiais no Facebook, no Youtube e em cursos de Educação à Distância (EAD).

Para a secretária de Estado, Maria Elisa De Caro, esta ferramenta não servirá apenas para integrar os servidores públicos catarinenses e garantir economia. Mas, a tecnologia toda tem muito a somar. “A alternativa das transmissões on line oferece segurança, praticidade e um alcance de longa distância. Tudo o que a gente coloca em transmissão on line atinge democraticamente muito mais pessoas”, resume.

A secretária afirma que somente em duas transmissões realizadas no mês de abril, o alcance levou a informação e o conhecimento a quase nove mil espectadores. Segundo ela, entre os benefícios desta opção, está o de permitir que a pessoa que não pode participar do curso ou capacitação na data da sua realização tenha disponível o vídeo completo para conhecer o conteúdo assim que tiver tempo para assistir. “E esta alternativa permite ainda que a pessoa assista ao conteúdo quantas vezes quiser, vendo novamente alguma parte que não entendeu”, pontuou Maria Elisa.

A influência econômica também facilita o processo, principalmente para os servidores que não conseguem deslocamento de municípios distantes por falta de recursos para transporte e hospedagem. “Nós vamos conseguir levar o conhecimento ao maior número de pessoas possível. É incontável o número de pessoas interessadas que podem acessar cada conteúdo. Muitos procuram os canais em busca das informações de suas áreas profissionais, alguns acabam se interessando pelas matérias e outros apenas acessam para conhecer o que esta secretaria faz”, resumiu a secretária.