Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

20 anos do penta

Genialidade e craques em todas posições
Por Vitor Rizzatti 01/07/2022 - 08:05 Atualizado em 02/07/2022 - 15:50

Nesta quinta-feira (30), foi celebrado os 20 anos do quinto título mundial da Seleção Brasileira, na cidade de Yokohama, no Japão, contra a Alemanha pelo placar de 2 x 0. O que você estava fazendo nesse dia? Muitos de nós éramos crianças, assistindo pela primeira vez uma Copa do Mundo. Entretanto, no outro lado do mundo, Ronaldo estava marcando oito gols na competição, entre eles dois na grande final, desafiando os médicos que afirmavam que ele nunca mais jogaria futebol.

A princípio, no ano de 1999, quando jogava na Inter de Milão, o atacante sofreu uma lesão no joelho direito, tirando dos gramados por cinco meses. No seu retorno, no ano de 2000, mais uma lesão muito parecida, obrigou o atleta ficar parado por mais 15 meses. Porém, Ronaldo foi convocado para aquela copa pelo técnico Felipão, sem o craque ter atuado ao menos 19 jogos, o que deixou muitos torcedores desconfiados e preocupados. Por outro lado, ele era o fenômeno certo?

E os outros craques?

Está claro que Rivaldo e Ronaldo foram os protagonistas para conquistar a tão sonhada e improvável taça, mas e os outros craques? A defesa contava com nomes insubstituíveis, como Marcos no gol, a zaga tinha Roque Júnior, Edmilson e Lúcio. Nas laterais dois jogadores eficientes e fantásticos, formando para muitos a melhor dupla de laterais de todos os tempos, Cafú e Roberto Carlos.

Do mesmo modo, vale destacar a qualidade do experiente volante Gilberto Silva e a juventude de Kleberson, substituindo Emerson que acabou se lesionando no treino. Por fim, a seleção ainda contava com Ronaldinho Gaúcho, que até então não  era nem de perto aquele gênio que destruiria no Barcelona, mas fez uma grande Copa do Mundo, principalmente no jogo contra a Inglaterra, fazendo um gol e dando uma assistência.

Brasil conquistando o mundo

Antes da bola rolar, o jogo já parecia ser do Brasil. A torcida brasileira e os  japoneses já faziam a festa fora do estádio. Quando o duelo começou, Felipão talvez se surpreendeu pela mudança da equipe alemã comandada pelo técnico Rudi Völler, conseguindo armar um time diferente dos jogos anteriores. Porém, não foi suficiente para marcar Rivaldo, Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, entre outros.

Era um craque para cada posição, literalmente. Pelo lado brasileiro, cinco grandes chances criadas, três de Ronaldo e duas de Kléberson. Por outro lado, a Alemanha teve chances com um chute de falta do Neuville, obrigando Marcos a fazer uma defesa que se tornou emblemática.

Mas aí veio a falha crucial de Oliver Kahn, que naquela ocasião foi escolhido o melhor jogador da Copa do Mundo. Enfim, dois gols de Ronaldo fenômeno, coroando a sua persistência e vontade de vencer. Brasil pentacampeão mundial de futebol. Sendo assim, a equipe comandado pelo técnico Luis Felipe Scolari, terminou com sete vitórias em sete jogos e 18 gols marcados.

 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito