Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Como funciona a Emissão de um Fundo Imobiliário?

A emissão é um passo importante para um fundo imobiliário e para seus cotistas.
Por Rodrigo Colombo 14/12/2021 - 16:00 Atualizado em 14/12/2021 - 16:29

A Emissão de um Fundo Imobiliário é parte importante para o crescimento dele, crescimento de tamanho e não de renda ou lucratividade.

Um fundo imobiliário nada mais é do que a união de vários sócios para a compra de um ou vários imóveis com o foco principal em recebimento de aluguel mensal desses imóveis.

A emissão é quando o fundo consegue captar mais dinheiro para a compra de mais imóveis.

Vou exemplificar isso melhor

Vamos pensar que eu e você temos um fundo, cada um de nós tem uma cota e somos sócios em 1 imóvel.

Nós decidimos que queremos aumentar a quantidade de imóveis que temos, como somos sócios nós decidimos criar novos espaços na sociedade.

Então iremos pedir uma certa quantia de dinheiro para ter 4 sócios e 2 imóveis.

Abrimos vagas para estes 2 sócios e oferecemos ao mercado, duas pessoas podem se interessar e tomar essas cotas, pegamos o dinheiro delas, compramos os imóveis e então temos 2 imóveis e não mais 1.

Somos agora 4 sócios, cada um com 25% do fundo e com maior segurança, devido a quantidade de imóveis que temos.

De uma forma bem simplista, essa é a emissão de um fundo imobiliário.

De um forma mais técnica, existem algumas fases para esse processo:

  • Fase de Aprovação da Oferta;
  • Período de preferência;
  • Período de Sobras;
  • Período Público;

Todos os processos acabam do mesmo jeito, conforme informado acima. 

O que muda para os casos é a forma que o fundo irá fazer essa emissão, afinal ele pode fazer somente para quem já sócios, pode fazer aberta ao mercado todo, pode oferecer à fundos maiores ou não, tudo depende de como o gestor entende a estratégia do fundo.

Para participar de uma emissão, como faz?

O mais correto é que você fique atento aos avisos da sua corretora ou do seu assessor, ele que vai te informar sobre os períodos.

Os fundos avisam as corretoras e elas avisam seus clientes, então você precisa ficar atendo às datas que ela coloca, elas precisam ser obedecidas.

Cada período desse listado acima tem data para começar e acabar, se você perde, fica de fora e não tem como voltar atrás.

É importante entender que existem boas emissões e emissões ruins, tudo depende do momento e dos preços praticados no momento.

No geral, uma emissão é boa porque aumenta o fundo e dilui o risco.

Enquanto escrevo esse artigo, o IRDM11 está realizando uma emissão.

Além dele vários outros, é possível ver essa informação através da sua conta na corretora.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito