Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

COINBASE pode ser uma opção ao BITCOIN

COIN é uma corretora de criptomoedas listada na bolsa americana
Por Rodrigo Colombo 03/01/2022 - 14:28 Atualizado em 03/01/2022 - 14:44

Eu sou um investidor de ações com quase 13 anos de experiência, farei esse aniversário agora em 2022.

Por ser um investidor de mais tempo, sou extremamente tranquilo quanto aos novos investimentos, especialmente esses que não estão ligados à empresas diretamente.

Criptomoedas não estão no meu radar ainda, prefiro manter os investimentos naquilo que conheço e prefiro esperar um pouco mais quanto as novas tecnologias.

Existem algumas histórias de pessoas que enriquecem na febre do ouro, mas não extraindo o outro do solo. Vendendo itens para os mineradores.

Na corrida do ouro na Califórnia do século XIX, algumas pessoas ganharam dinheiro com ouro, outras ganharam ainda mais dinheiro vendendo pás e picaretas para quem achava que ganharia dinheiro com ouro.

Eu gosto dessa ideia, gosto de ser o investidor que está exposto ao mercado de criptomoedas sem que esteja totalmente posicionado nelas ou com elas na minha carteira de investimentos.

Uma das opções para a "venda de picaretas" aos mineradores de bitcoins e criptomoedas é a COIN, empresa listada em bolsa americana.

Segundo o wikipedia, a COINBASE é uma casa de câmbio digital com sede em São Francisco, Califórnia. A empresa intermedia trocas de Bitcoin, Bitcoin Cash, Ethereum, Ethereum Classic, Litecoin, Tezos e muitas outras criptomoedas, com moedas fiduciárias em aproximadamente 32 países e transações e armazenamento de Bitcoin em 190 países em todo o mundo.

Os números ainda são uma incógnita.

Mesmo a empresa tendo 11 anos de mercado, foi listada na bolsa apenas em 2021.

Segundo os dados de 2021, a empresa mantém uma margem de 50% de lucro líquido e tem quase menos dívida que lucro anual.

A corretora tem mais de 73 milhões de usuários verificados e mais de 100 países conseguem negociar moedas por ali, o negócio é extremamente louco.

Tudo ainda muito novo, mas talvez seja uma forma de exposição ao mercado de criptomoeda para os investidores mais avessos ao sistema como eu.

Além do tradicional BITCOIN e outras moedas, muito do mercado de NFT passa pela COINBASE.

Criptmoeda, NFT, Metaverso. O negócio está exposto à todo esse mercado.

Risco elevado e possibilidade de retornos mais elevados também.

Eu ainda acompanho de longe, mas confesso que é o ponto que por enquanto mais me atrai em todo o business.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito