Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Não negocie com o medo!

Letícia Zanini
Por Letícia Zanini 11/06/2019 - 11:20Atualizado em 11/06/2019 - 11:28

Você já parou para pensar quantas coisas deixou de fazer porque ficou com medo? Medo de altura, então não viajou. Medo de morrer, então deixou de sentir adrenalina. Medo de se separar, nem casou. Medo de não saber educar, nem teve filhos. Medo de abrir seu próprio negócio, nunca empreendeu. E tantos outros medos que ficaram dentro de você...
No dicionário o significado da palavra medo é:  "Estado emocional provocado pela consciência que se tem diante do perigo ou de ameaças reais, hipotéticas ou imaginárias; Temor; Comportamento repleto de covardia; Ausência de coragem."

A função do medo em nossa vida é nos avisar de uma possível ameaça e, olhando positivamente, nos preparar para eventos que podem, de alguma forma, ameaçar nossa vida como um todo. Exemplo: você precisa falar em público e sente medo, natural. Nesse caso, o medo vai fazer com que você se prepare mais tecnicamente para que sinta segurança em executar sua ação, ou seja, nem sempre ele será ruim.

Mas esses medos que sentimos são, de fato, reais?
O medo racional é o que surge em uma situação em que realmente estamos em perigo, quando você se depara com um leão na sua frente, por exemplo. Em contrapartida, o medo irracional é aquele que nasce de alguma situação ou objeto que, na realidade, não pode nos causar prejuízo, como é o caso da escuridão ou onde você cria situações de medo sem, de fato, existir evidências sobre aquela situação. A pessoa tem medo de se relacionar com parceiros pois acredita que os homens não prestam, porém, nunca teve um relacionamento nocivo antes. Medos estão ligados às nossas crenças.
Como enfrentá-los?
Se o seu for um medo irracional como falar em público, coloque-se à prova nesta situação. Pode iniciar com algo menor, falando para pessoas que conheces e só depois que se sentir mais seguro, aumentar e diversificar seu público. E é claro que se seus medos estão lhe paralisando por completo, racionais ou irracionais, procure por um profissional da saúde, psicólogo ou psiquiatra para lhe ajudar de forma mais profunda.
Medo tem ligação direta com controle, criamos a falsa sensação de controle absoluto sobre tudo e quando algo nos escapa, ficamos com medo pelo simples fato de não ter como conduzir a situação, por exemplo, escolhas que os filhos fazem, comportamentos de seu cônjuge, etc. Não queira controlar o quê não depende de você, foque sua energia em controlar aquilo que só dependa de você, suas emoções por exemplo.
Não tenha medo de sentir medo, tenha medo de ficar paralisado por causa dele.

4oito

Deixe seu comentário