Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Morar em casas separadas: Bom, ruim ou ótimo?

Por Débora Zanini 28/09/2022 - 07:00 Atualizado em 28/09/2022 - 08:42

E novamente a pauta foi definida por um leitor. Aliás, preciso agradecer e dar os parabéns ao público masculino, que cada vez mais traz ótimas sugestões, interagindo e dando feedbacks preciosos.

Disse esse leitor: “Um tema que eu acho super atual e gostaria muito de ver em um texto, é sobre relacionamentos modernos, onde casais moram em casas separadas”.

E eu adorei o assunto. Então vamos lá...

Será que dá certo um casal (casado ou em união estável) morar cada qual na sua casa?

Serão eles mais felizes? Esse formato de relacionamento funciona?

Hum... Depende...

Isso porque cada história é uma história, cada pessoa tem a sua experiência de vida e expectativas sobre relacionamentos.

Então, para dar certo, as partes devem ser maduras emocionalmente e muito independentes, além de ter gostos convergentes. Ambos precisam conhecer seus valores e ter muito respeito, por si e pelo outro.

Ainda, devem ter seus objetivos e necessidades definidas, bem como habilidade para se conectar e entender que um está na vida do outro para a felicidade em comum. Deve ser um relacionamento autêntico.

Particularmente, penso que esse formato pode funcionar muito bem sim, principalmente quando se trata de um segundo relacionamento.

Como sabemos, é difícil conciliar a vida de duas pessoas juntas, 24 horas por dia. A rotina é implacável, surgindo os problemas e os aborrecimentos, que podem tornar a relação pesada e enfadonha.

Então, morar em casas separadas, é uma maneira de preservar a individualidade, a independência, a privacidade e a liberdade, mantendo cada um o seu espaço.

É uma forma de manter a paixão duradoura, de extrair só o melhor, a parte “boa” do relacionamento.

Isso inclui: sair para passear, ficar juntos no final de semana ou quando bem entenderem (na casa de um, ou na casa do outro), viajar, ou simplesmente ficar em casa.

Deu saudades? É só ir na casa do outro, bem fácil.

Por isso, o ideal é que ambos residam próximos, na mesma cidade, a uma pequena distância.

Penso que desse modo os laços ficam fortalecidos, diminuindo a rotina e a monotonia. Cria a expectativa do reencontro. É um eterno namoro.

Então, querido leitor, se você perguntar a minha opinião, eu diria que morar em casas separadas é ótimo.

Concordam? Contem pra nós.

Abraços e até semana que vem.

Copyright © 2022.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito