Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Via Rápida vai manter velocidade máxima de 100 km/h depois de estadualizada

Processo está prestes a ser concluído. A iluminação é um dos focos
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 29/10/2019 - 09:03
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Prestes a ser estadualizada, a Via Rápida manterá velocidade máxima de 100 km/h, conforme informou o coordenador regional de infraestrutura, Gustavo Taufembach. Ele contou que já existem placas indicando o limite que os motoristas podem chegar, embora ainda não seja fiscalizado.

“A nossa polícia vai estar atuando, assim como fazem em outras rodovias, a diferença é que ela é duplicada diferente das outras. Nos outros lugares é permitido 80 km/h e nessa rodovia pode andar até 100 km/h. Eles podem fazer a fiscalização com os radares móveis”, comentou.

O controle da Via Rápida será feito pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv) de Içara. “A gente vai seguir o que foi decretado lá atrás, se entrar pela Jorge Lacerda é 80 km/h. São características especificas que deixam a Via Rápida com 100 km/h. Hoje já existem algumas placas, com a estadualização ela vai receber um reforço na sinalização”, completou.

E a iluminação?

Segundo ele, uma equipe está de prontidão para cortar a vegetação assim que for estadualizada. Outra pauta que chama bastante atenção é a iluminação da rodovia.
“A conversa era de que em abril lançariam um edital, que ficou para setembro. Eles entraram em contato com as cooperativas daquela região, eles queriam amarrar todas as arestas que poderiam existir, agora eu estou aguardando a posição deles. O próximo passo vai ser focar na iluminação”, comentou.

Até a Gabriel Zanette

O trecho estadualizado vai entrar pela cidade de Criciúma, terminando nas proximidades do Criciúma Shopping. “Toda ela será estadualizada, por mais que seja perímetro urbano, uma futura municipalização seria um novo processo. Vai seguir até ali atrás da antiga Avenida Chile”, comentou Taufembach.