Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Tribuna de Notícias: o futuro chegou!

"União e inovação: os caminhos do sul". Eis a primeira manchete do novo jornal entregue ao mercado do sul
Denis Luciano e Amanda Farias Criciúma, SC, 23/04/2019 - 05:30Atualizado em 23/04/2019 - 06:18
Adelor Lessa e Édson Da Soler / Foto: Maykol Cardoso / Especial
Adelor Lessa e Édson Da Soler / Foto: Maykol Cardoso / Especial

Foi uma noite especial, na qual o jornalismo disse "presente" ao futuro. A união de forças que fez nascer o Tribuna de Notícias - a soma de A Tribuna e Diário de Notícias - foi saudada em um lançamento festivo e compartilhado por autoridades, formadores de opinião, leitores e assinantes.

"O desafio é fazer um jornal forte, cada vez maior, um grande jornal no mesmo padrão dos maiores de Santa Catarina. O nosso jornal nasce com 9 mil exemplares na rua, queremos até o fim do ano estar com 11 mil exemplares, um jornal de muita consistência, que tenha raízes muito fortes na região", definiu Adelor Lessa, sócio-diretor do mais novo jornal, cujo nome e identidade foram revelados na noite passada para centenas de pessoas na Sociedade Recreativa Mampituba.

"A expectativa é das melhores. Todos aqui gostaram. Alguns ajustes, se necessários, vão acontecer. Nossos leitores e assinantes vão gostar do projeto também", apontou Édson Da Soler, diretor-geral do Tribuna de Notícias. "Ele vai ser muito local, regional muito forte. Até o fim do ano teremos mais circulação aqui que os da Capital na Capital", complementou Lessa. O número 1 do novo jornal já está circulando em todo o sul catarinense nesta terça-feira.

A grande equipe reunida no lançamento do novo jornal / Foto: Maykol Cardoso / Especial

A primeira edição

Na capa, logo ao lado da logo com as letras TN acima do nome Tribuna de Notícias, está o indicativo: "ano 1, edição 1". E logo abaixo a informação que reforça o esforço da redação em colocar nas ruas um produto diferenciado: "finalizada às 19h". Verdade. O primeiro exemplar circulou nas mãos dos presentes ao evento festivo da noite passada recém saído da gráfica. A manchete "Uniao e inovação: os caminhos do sul" aponta para a busca dos caminhos futuros rumo ao desenvolvimento regional, grande bandeira do mais novo veículo, que de pronto colocou-se ao lado das grandes causas regionais.

Secretário de Estado da Comunicação, Ricardo Dias, representou o governador Carlos Moisés / Foto: Daniel Búrigo / TN

"Foi uma ideia muito inteligente por parte dos dois sócios, e ousada. Inteligente porque até ontem eles eram adversários na imprensa regional sul, e hoje são parceiros formando um grande veículo de comunicação. E ousados pelo fato de agora terem que trabalhar juntos. E com visão de futuro. Acertaram na mosca", saudou o empresário César Smielevski, ex-presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic).

"Adelor e Édson estão de parabéns pois fazer um empreendimento novo em uma era com todas as dificuldades, estão se unindo para contribuir com o desenvolvimento do sul. Achei maravilhosa a ideia, o nome do jornal e será mais um veículo para contribuir com isenção", complementou o atual presidente da Acic, Moacir Dagostin.

Outro empreendedor, Gilson Pinheiro, lembrou das alterações do mercado local e regional de mídia impressa, culminando com o Tribuna de Notícias. "Há um tempo atrás Criciúma tinha três jornais diários, não é fácil, como também não era fácil manter dois. Agora começa a circular em Criciúma e região um jornal diário que nasce forte e será certamente o veículo de comunicação, um dos mais fortes da região", sublinhou.

Nasce grande

A jornalista Andresa Piva está à frente da redação que colocou nas ruas a primeira edição, com 48 páginas, e que continuará pautada com as mesmas premissas de fazer o diferente diariamente. "A expectativa é a melhor possível. É um jornal que já nasce grande, com foco em fazer o sul ainda maior, de brigar pelas pautas importantes da nossa região. Somos o porta voz da região Sul e a tendência é cada vez crescermos mais com responsabilidade, credibilidade e ética", enfatizou.

O prefeito Clésio Salvaro lembrou a importância que o jornal impresso tem na oferta de conteúdos de credibilidade. "A união de dois grandes jornais que tínhamos na cidade, os dois se unem com o propósito de melhor informar as pessoas, os cidadãos. Isso é muito importante em um momento em que as redes sociais estão aí e nem sempre são tão confiáveis. O jornal é um filtro, o que lemos no jornal é o que de fato acontece", observou.

União é a chave

O presidente da Assembleia Legislativa (Alesc), deputado Júlio Garcia, participou do ato da noite passada no Mampituba. Usou a meta futura do Tribuna de Notícias, que logo alcançar os dez mil jornais circulando na região, ou mais, para salientar o papel desempenhado pelas lideranças regionais. 

"Ter um veículo de comunicação forte como é o jornal que nasce agora e que pretende rapidamente atingir 10 mil exemplares é bom para o sul, a palavra união é a palavra chave, a bancada do sul está presente para dizer que apoia tudo o que é bom para o sul e sem dúvida, apesar de vivermos uma época em que as mídias sociais se fortalecem, é preciso entender que elas se complementam, a mídia tradicional e a nova comunicação", registrou o parlamentar.

Para a reitora da Unesc, Luciane Ceretta, o TN já nasceu com sucesso. "Adorei, acredito que seja um grande exemplo para todo o sul do estado a união desses dois veículos, fortalecendo os jornais da região, o sucesso é certo", ponderou.

Na mesma linha, o empresário Olvacir Fontana prevê intensidade naquilo que o nosso veículo oferecerá à região. "O sul tinha dois jornais importantes, isentos. Agora esses dois se uniram para fazer esse trabalho que vai melhorar, vai ser muito mais intenso e toda a região sul será mais informada, é uma grande obra, o sul vai crescer e se desenvolver com esse jornal", defendeu.

O Tribuna de Notícias reúne um time forte de colunistas. Entre tantos, as experiências de Zuleide Herrmann e Ney Lopes. "Estamos ai, acreditando cada vez mais em uma imprensa nova e um jornal potente", manifestou Zuleide. "Feliz de participar desse projeto novo, é uma história de 23 anos como colunista. Vou continuar assinando a última página e torcemos pois vai ser um jornal muito forte, o segundo jornal com maior tiragem em Santa Catarina", completou Ney.

Foto: Daniel Búrigo / TN