Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Tigre treina cheio de mudanças nesta terça-feira

Liel, Daniel Costa e Léo Gamalho treinaram entre os reservas, enquanto Eduardo segue de fora
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Criciúma - SC, 22/10/2019 - 17:21Atualizado em 22/10/2019 - 18:32
Foto: Jota Éder / Timaço / Rádio Som Maior
Foto: Jota Éder / Timaço / Rádio Som Maior

Quebrado o silêncio e o mistério, chegou agora a surpresa no estádio Heriberto Hülse. No minicoletivo organizado por Roberto Cavalo na tarde desta terça-feira, 22, muitas mudanças no time titular puderam ser notadas. As principais foram as ausências de Liel, Daniel Costa e Léo Gamalho do time titular e o retorno do lateral direito Carlos Eduardo.

Eduardo, que passou por uma reavaliação médica, não participou das atividades. Ainda não há diagnóstico sobre a lesão que o tirou no intervalo da partida contra o CRB; a suspeita é de um estiramento muscular. Ingressaram no time titular Jean Mangabeira, Reis e Reinaldo. Nos lugares de Sandro e Andrew, suspensos, os escolhidos foram mesmo Thales e Vinícius.

Se confirmado o time que treinou nesta terça-feira, para a partida contra o Figueirense, no sábado, Cavalo fará seis alterações em relação ao time que perdeu para o CRB na última sexta-feira, por 1 a 0. O time titular no coletivo foi: Luiz; Carlos Eduardo, Thales, Derlan e Marlon; Jean Mangabeira, Wesley, Foguinho e Reis; Vinícius e Reinaldo.

Carlos Eduardo está voltando / Foto: Jota Éder / Timaço / Rádio Som Maior

Antes do coletivo, os jogadores treinaram finalizações. É uma tecla que Roberto Cavalo vem batendo incessantemente; o  Tigre tem o pior ataque desta Série B, com apenas 21 gols em 30 partidas já disputadas. 

Fala, Daniel

Depois do silêncio da segunda-feira, retornou a entrevista coletiva no CT do Tigre. O meia Daniel Costa falou sobre as atuações do Tigre na competição, insuficientes para conseguir os resultados positivos.

“Temos jogado bem, mas não tem sido suficiente. Temos que achar algo diferente para que as vitórias possam vir. É difícil falar qual foi o erro (da temporada). A gente vê os jogadores de outros clubes falando ‘cara, como vocês estão nessa situação?’. É coisa do futebol, realmente não dá para explicar. Aconteceu, estamos nessa situação e a comissão tem falado bastante pra nós que no mínimo temos que deixar o Criciúma onde pegamos”.

Meia Daniel Costa / Foto: Celso da Luz / Criciúma EC

O meia destacou a dificuldade que o Tigre vai enfrentar, mas demonstrou confiança na capacidade dos companheiros. “Jogo difícil, eles vêm empolgados e confiantes. Até pela forma como foi a vitória contra o Paraná, em que eles tomaram várias bolas na trave, acaba dando uma confiança maior. Eles podem achar que o jogo está ganho, temos que estar preparados e focados, sabendo que temos condições de vencer”, concluiu o camisa 10.