Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Tigre não consegue autorização para jogar com torcida presente

Governo Municipal negou pedido do clube, que joga nesta quarta contra o Marcílio
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC , 06/07/2020 - 15:08Atualizado em 06/07/2020 - 15:40
Foto: divulgação
Foto: divulgação

O Criciúma Esporte Clube não conseguiu a autorização da Prefeitura Municipal para contar com a presença da torcida na partida contra o Marcílio Dias na próxima quarta-feira, 8, válida pelo retorno das quartas de finais do Campeonato Catarinense. O clube vinha se preparando para receber parte da torcida, mas acabou tendo o pedido negado.

Um protocolo chegou a ser montado pelo Tigre pedindo pela liberação de pelo menos 20% da torcida, com o detalhamento de todos os cuidados sanitários que seriam desempenhados. A suspensão do município, no entanto, frustou a diretoria do clube. 

"Realmente estávamos nos preparando já, tomando todas as providências necessárias estruturais dentro do clube para que pudessemos realziar esse jogo com público. CLaro que com a capacidade bem reduzida, cerca de 15%, 20%. Para isso, fizemos toda a sanitização das arquibancadas, estádio, parte externa do estádio e adquirimos termômetros para que se tivesse a medição de temperatura em todas as catracas", declarou o diretor de Marketing do clube, Júlio Remor.

Marcações nas cadeiras estipulando a distância necessária já estavam sendo realizadas no Heriberto Hülse, para que pelo menos os sócios torcedores do clube pudessem comparacer ao estádio. Uma das insatisfações por parte da diretoria do clube é o fato do decreto do governador em relação a volta do futebol terminou no domingo, 5, sendo que o primeiro jogo está marcado para o dia 8. Desta maneira, até então, não há nenhum decreto que barre ou confirme a atividade. 

"A portaria venceu ontem e até o momento não temos nada de oficial publicado, não saiu nada ianda no Diário Oficial. O que temos são informações de bastidores que o governo vai liberar os jogos sem público. É uma situação que deixa os clubes numa instabildiade grande, porque precisamos fazer muitas atitudes prévias necessárias, e não simplesmente abrir as portas do estádio", disse Remor.

A partida desta quarta-feira contra o Marcílio ocorrerá ás 19h, e contará com a transmissão da Som Maior. Confira a nota divulgada pelo Tigre, em seu site oficial, sobre o veto:

O Criciúma Esporte Clube, respeitando as normas sanitárias vigentes, informa a toda a comunidade, sócios e torcedores que a retomada do Campeonato Catarinense nesta quarta-feira (08/07), pelas quartas de final da competição estadual ocorrerá sem a presença de público

Apesar dos esforços do clube com a realização de inúmeros procedimentos de segurança sanitária e elaboração de um protocolo muito rígido de distanciamento nas arquibancadas; nosso pleito junto às autoridades sanitárias, no intuito de poder realizar nosso jogo com torcida, foi indeferido pelos decretos vigentes.

Sendo assim, o Criciúma respeitará as normas estabelecidas pelas autoridades e lamenta a ausência dos nossos sócios e torcedores neste importante jogo, razão maior de nossa instituição.

Continuaremos buscando alternativas para que, nos próximos jogos, possamos receber nossa torcida no estádio Heriberto Hülse de forma segura e de acordo com as deliberações das autoridades, pois tudo que somos e tudo o que conquistamos, fizemos juntos.

Ouça no podcast a edição desta segunda-feira do Som Maior Esportes: