Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Tigre enfrenta o Paraná Clube em crise

Atletas do Tricolor paranaense ameaçaram não concentrar, devido a atrasos de salários; no Tigre, Reinaldo ganha chance no ataque
Por Heitor Araujo Curitiba - PR, 23/08/2019 - 18:08
Foto: Jota Éder
Foto: Jota Éder

Sete pontos separam o Tigre do Paraná Clube. As equipes duelam pela 18ª rodada da Série B neste sábado, às 11h, na Vila Capanema. O Tricolor paranaense vive momento turbulento dentro e fora do campo e vê distância ao G-4 aumentar e do Z-4 diminuir. Por outro lado, o Criciúma precisa recuperar os três pontos perdidos dentro de casa contra o Bragantino e sair da zona de rebaixamento; está em 18º lugar, com apenas 17 pontos conquistados em 17 jogos.

Do lado carvoeiro, indefinição. WIlsão ganha a quarta chance como técnico interino, enquanto a direção não sinaliza nenhum nome próximo do acerto. Já na Vila Capanema, a turbulência é administrativa. Jogadores ameaçaram não concentrar para a partida, por conta de dois meses de salários atrasados, mas a situação foi resolvida.

O Tigre vai com quatro alterações em relação à equipe que perdeu para o Bragantino. Maicon volta para a lateral direita, depois de ser poupado. Marlon, lesionado, dá lugar a Caíque na esquerda. Na frente, Wilsão parece ter perdido a paciência com Julimar. A jovem revelação dá lugar a outra: Reinaldo formará dupla com Léo Gamalho. Na zaga, Derlan retorna de suspensão.

Seis jogos sem vitórias

Matheus Costa reassumiu o Paraná em abril. O técnico, principal responsável pelo acesso do Tricolor em 2017, não está conseguindo mobilizar o elenco. O clube começou a Série B na ponta de cima, lutando pelo G-4. A cada rodada, o sonho do acesso distancia-se. Ocupa a 11ª colocação, com 24 pontos.

Sciola é dúvida (Foto: Paraná Clube)

São seis jogos sem vencer: quatro derrotas e dois empates, incluindo o 0 x 0 na última rodada, dentro de casa contra o Atlético Goianiense. A última vitória foi contra o Figueirense, por 1 a 0 fora de casa, na 11ª rodada. 

Contra o Tigre, Matheus Costa terá o desfalque do meia-atacante Fernando Neto, com um edema na coxa, e pode ainda perder Éder Sciola, que sofreu lesão em um dedo do pé. Suellinton aparece como opção na lateral direita e Rafael Furtado deve entrar no meio.

Fala, Tigre

Na coletiva de quinta-feira, antes da viagem para Curitiba, o interino Wilsão projetou o confronto. "Nós buscamos sempre a melhor situação para nós, definimos um padrão. Mudamos algumas situações no último jogo, mas estamos bem encaminhados naquilo que temos em mente. Nossa equipe está numa intensidade boa, é normal sentir desgaste, tivemos dificuldades no último jogo", apontou o treinador.

Wilsão ganha nova chance como interino (Foto: Jota Éder)

O centroavante Léo Gamalho, que vem numa sequência de sete partidas sem marcar, demonstrou tranquilidade para superar a fase sem gols. “Sempre incomoda. Gosto de estar ajudando, quando a gente não consegue a gente sente. Tenho que ter a cabeça no lugar, não adianta eu querer justificar e colocar a culpa em outras pessoas, tenho que olhar pra mim e tentar melhorar”, afirmou.

“Todo jogo a gente tem a obrigação de ganhar, não importa contra quem é. Não temos que ficar pensando em empate, temos que buscar a vitória em todo jogo”, finalizou o centroavante. Uma vitória pode colocar o Tigre na 14ª posição.

Ficha Técnica

Criciúma x Paraná, válido pela 18ª rodada da Série B

Local: Vila Capanema, Curitiba

Horário: 11h deste sábado

Arbitragem: Alisson Furtado, auxiliado por Fabio Pereira e Cipriano da Silva Sousa (TO)

Criciúma: Luiz; Maicon, Thalles, Derlan e Caíque; Eduardo, Wesley, Foguinho e Daniel Costa; Reinaldo e Léo Gamalho. Técnico: Wilsão

Paraná: Thiago Rodrigues; Éder Sicola (Sueliton), Leandro Almeida, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Itaqui, Alesson, João Pedro e Bruno Rodrigues; Rafael Furtado. Técnico: Matheus Costa