Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Tigre: Encaminhamentos dos projetos a partir de quarta-feira

Prazo para os interessados entregarem as suas propostas encerra nesta terça-feira, 15
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 14/09/2020 - 10:47Atualizado em 14/09/2020 - 11:42
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O prazo para entrega dos projetos para sucessão no Criciúma E.C. encerra nesta terça-feira, 15. Depois disso, o Conselho Deliberativo dará os encaminhamentos. O presidente do conselho, Carlos Henrique Alamini, disse ao Programa Adelor Lessa, da Rádio Som Maior, que os projeto serão recebidos de forma confidencial. “Não abriremos os projetos amanhã. Iremos estudar como vão ser tratados todos estes projetos. Estamos encaminhando como tratar isso e no dia 16 vamos saber quantos projetos vão estar em curso e em seguida vamos divulgar como que vamos tratar como vamos aprovar isso”, falou.

Ainda conforme Alamini, até agora, somente se tem conhecimento do projeto do advogado Alexandre Farias. “Devem ser apresentados três projetos de Criciúma e um ou dois de fora. Vamos aguardar e aí a gente terá este número determinado”, destacou.

Ele explicou que em seguida sai o edital para colocação dos projetos para o Conselho. “Quem aprova é o conselho. A ideia da diretoria é que se tire todas as dificuldades, que seja um trabalho mais completo possível para que nãos e tenha arrependimento depois por quem for escolhido. Estamos falando de uma instituição conhecida a nível mundial, tem um gasto grande, investimento grande. Não é um ‘timezinho’ da esquina. A ideia é passar aos conselheiros de maneira clara e dependendo da situação pode-se mudar o curso. Temos que achar o melhor para o clube”, colocou.

O presidente do conselho evitou falar da possibilidade do empresário Moacir Fernandes assumir a vice-presidência ainda em 2020. “Estamos acompanhado e temos a obrigatoriedade da neutralidade, então tecer comentários sobre isso fica difícil para a diretoria. O que a gente tem é o conhecimento e existe a possibilidade de haver esta candidatura a vice-presidência. Temos que aguardar todos os fatos que vão ocorrendo e dia a dia. É uma situação volumosa de assuntos, de trabalhos. Está bem atarefada a nossa função. Vamos levando dentro da maior cordialidade e sempre pensando no Criciúma”, concluiu.

Confira a entrevista na íntegra: