Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Tigre começa bem, mas deixa Figueira igualar o placar

Partida terminou em 1 a 1 no Heriberto Hülse
Redação
Por Redação Criciúma - SC, 05/07/2018 - 22:52Atualizado em 05/07/2018 - 23:08
(foto: divulgação/ Caio Marcelo/ Criciúma EC)
(foto: divulgação/ Caio Marcelo/ Criciúma EC)

O Tigre começou bem a partida desta quinta-feira (5) contra o Figueirense, mas isso não impediu que o visitante igualasse o placar no segundo tempo. A partida terminou em 1 a 1. Válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o jogo aconteceu no Estádio Heriberto Hülse.

O Tigre jogou bem no primeiro tempo, criou boas oportunidades e abriu o placar aos 29 com gol de João Paulo. Renan Mota chegou a fazer um para o Figueira, mas o gol foi anulado. Na segunda etapa o Figueira se saiu melhor e criou mais oportunidades. Aos 30, Nogueira igualou o placar.

Primeiro tempo

O Tigre começou a partida com entusiasmo, marcando forte o Figueirense. Aos 12 minutos do primeiro tempo, João Paulo (Criciúma) quase abriu o placar, mas Denis defendeu para o Figueira. Aos 18, João Paulo tentou outra vez, mas a bola passou por cima do gol.

Aos 26 foi a vez de Gustavo Ferrareis tentar o primeiro para o Figueira, mas Luiz defendeu. Três minutos depois João Paulo abriu o placar para o Tigre. Aos 45 minutos Renan Mota fez um para o visitante, mas o árbitro marcou impedimento e o gol foi anulado.

Segundo Tempo

O Figueirense começou o segundo tempo pressionando mais o Tigre. Aos três minutos, André Luis recebeu de Lazaroni, cabeceou e por pouco não fez o primeiro para o visitante. A bola foi para fora.

O Tigre se acomodou e o Figueira aproveitou a oportunidade. Aos 19 minutos Nogueira quase igualou o placar, mas Eduardo salvou. O visitante empatou aos 30, com gol de Nogueira. Em seguida Juninho quase fez o gol da virada, mas Luiz defendeu.

Alex Maranhão arriscou e a bola passou muito perto aos 38 minutos. Depois disso, ninguém criou grandes chances e a partida terminou em 1 a 1.

Criciúma

Luiz; Sueliton, Nino, Fábio Ferreira e Marlon; Marlon Freitas (Jean Mangabeira), Eduardo, Elvis (Alex Maranhão) e Luiz Fernando (Andrew); Vitor Feijão e João Paulo.

Figueirense

Denis; Diego Renan (Felipe Amorin), Cleberson, Nogueira e Guilherme Lazaroni; Zé Antônio, Pereira (Matheus Sales), Renan Mota, Gustavo Ferrareis e João Paulo (Juninho); André Luis.