Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Superintendente do Deinfra sugere que a Via Rápida foi liberada antes da hora

Gustavo Taufembach lembrou que a rodovia não pode ser entregue ao órgão antes da conclusão
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 23/04/2019 - 09:16
(foto: arquivo 4oito)
(foto: arquivo 4oito)

A Via Rápida foi liberada antes da hora. Esse é o pensamento do superintendente regional Sul do Deinfra, Gustavo Taufembach, já que a rodovia foi inaugurada sem que todas as indenizações fossem pagas e as obras concluídas. Sem a entrega oficial, o órgão não pode cuidar da manutenção, fazendo com que o mato cresça em suas margens.

“O órgão me passou a mesma resposta. Que é uma via planejada, e a partir do momento que receberem o documento de conclusão poderão dar um novo passo. O problema segue nas indenizações, para ser concluída a terceira alça, estamos vendo para concluir sem essa alça”, disse em entrevista ao Programa Adelor Lessa.

Nesta semana ele vai se reunir com a equipe de Carlos Moisés. Afirma que está buscando a entrega antes da conclusão das obras. O contrato original não prevê a iluminação, o que pesa é a construção desta alça de contorno. Taufembach frisou que é preciso garantir a trafegabilidade com segurança.

“Na última reunião na Acic foi muito bem salientado pelo prefeito Clésio Salvaro, que a Via Rápida ligou Criciúma a BR-101. Nós precisamos trabalhar de maneira incisiva, para sermos o mais rápido possível, para que a Via Rápida seja liberada. A Via Rápida é a nossa primeira prioridade”, garantiu.

Confira a entrevista na íntegra:

Tags: via rápida