Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Somente uma vez quatro equipes do mesmo estado caíram juntas

Equipes catarinenses estão nessa situação e tentam evitar o feito dos paulistas
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 17/09/2019 - 11:13
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Desde 2006 o Campeonato Brasileiro é disputado no sistema de pontos corridos, com 20 equipes na Série A e na Série B. Desde então, somente em uma temporada um estado viu quatro times serem rebaixados, somando as duas divisões. Foi em 2013, quando quatro equipes de São Paulo caíram de divisão.

Na atual temporada, quatro catarinenses estão na zona de rebaixamento. Com 19 rodadas concluídas na Série A, Chapecoense e Avaí ocupam as duas últimas posições na primeira divisão, com 14 e 13 pontos respectivamente. Na Série B cada time já jogou 22 vezes, o Criciúma aparece na zona de rebaixamento com 23 pontos e o Figueirense está mais abaixo, com 22.

A reportagem analisou todas as temporadas entre 2006 e 2018. Estado mais rico do país, São Paulo é o que conta com mais equipes nas duas principais divisões do futebol nacional. Até por isso, apenas em 2011 não caiu nenhum time paulista, naquele ano Atlético-PR, Ceará, América Mineiro e Avaí foram para a Série B e Icasa, Vila Nova, Salgueiro e Duque de Caxias caíram para a C.

Em 13 temporadas analisadas, em quatro delas caíram três times de São Paulo: 2006, 2007, 2010 e 2012. Nenhum outro estado contou com três rebaixados no mesmo ano, apenas dois, como a aconteceu com a dupla Bahia e Vitória, em 2014, aliás, o mesmo aconteceu em 2005, mas naquela vez caíram para a terceirona.

Em 2010 Guarani e Grêmio Prudente desceram juntos para a segunda divisão, com o Santo André caindo para a C. Dois anos depois, novamente Guarani e o Grêmio, que mudou de nome para Barueri, caíram, mesmo ano que o Palmeiras foi rebaixado para a Série B.

O único ano com quatro rebaixados do mesmo estado

O único ano com quatro equipes do mesmo estado rebaixadas foi em 2013, quando os paulistas Portuguesa e Ponte Preta caíram para a B e ainda Guaratinguetá e São Caetano foram rebaixados à Série C. 

Por curiosidade, naquele ano Chapecoense e Figueirense conseguiram o acesso a Série A, enquanto o Joinville foi o 6º e o Avaí terminou em 10º na Série B. E o Criciúma aparecia na primeira divisão, onde se manteve para o ano seguinte.