Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Sindicato começa a pagar indenização de quase 1 mil trabalhadores de empresa criciumense

Cerca de 3,2 milhões serão pagos aos ex-funcionários da Calçados CriSul, em razão de uma ação referente a insalubridade
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 19/04/2021 - 10:20Atualizado em 19/04/2021 - 12:36
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Vestuário e Calçados (Sindivest) de Criciúma e Região iniciou o pagamento da indenização de quase 1 mil trabalhadores da Calçados CriSul, em ação que vinha sendo julgada desde 1991. A ação indenizatória, referente a insalubridade de trabalhadores da empresa, tramitou por anos na Justiça, e recentemente teve seu parecer final.

“O juiz mandou efetuar o pagamento e já estamos pagando, basta ligar para o Sindicato. Estamos programando e agendando os pagamentos porque não podemos ter 40 ou 50 pessoas na mesma hora no local, então programamos horários para essa terça-feira e assim vamos nas próximas semanas”, destacou o presidente do Sindicato, Izio Inácio Hulk.

O valor total da indenização que será paga aos trabalhadores é de R$ 3,2 milhões. Ao todo, cerca de 980 ex-funcionários da Calçados CriSul receberão o pagamento, que segue sendo agendado pelo Sindicato.

Hulk explica ainda que todo o dinheiro foi depositado na conta do Sindicato porque a ação foi movida pela própria associação, em nome dos trabalhadores. Sendo assim, cabe a corporação fazer a distribuição, com valores já definidos pelo juiz, para cada ex-funcionário da empresa.

“O juiz determinou ação coletiva do Sindicato, que é o autor da ação. Para mim seria muito melhor se tivesse acontecido isso [depósito direto na conta dos funcionários], porque é muito complicado passar por todos os trabalhadores e fazer toda a programação. O período que fez o laudo indicou os valores, o juiz indicou os valores que já estão prontos para cada um”, pontuou Hulk.

Ex-funcionários da Calçados CriSul que trabalharam na empresa no período da década de 1990 devem ligar para o Sindicato, através do número 3437-1147, para verificar se estão incluídos na indenização. Segundo Hulk, é só ligar e informar o nome que será verificado na lista de trabalhadores que receberão o pagamento.