Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Setor de eventos renova apelo ao Governo do Estado

Na esperança de autorização da reabertura, representantes vão a Florianópolis na próxima quarta-feira
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 28/09/2020 - 17:14
Foto: Maykol Cardoso / Notuurno / Especial / 4oito
Foto: Maykol Cardoso / Notuurno / Especial / 4oito

O governador Eduardo Leite deverá anunciar no começo de outubro o protocolo para retomada de shows e bailes no Rio Grande do Sul. Em reuniões recentes com empresários do segmento e, posteriormente, com deputados estaduais, Leite apontou a compreensão das dificuldades enfrentadas pelo setor, e encaminhou recomendações de retomada de eventos somente com cadeiras e garantia de espaçamento entre os espectadores.

Enquanto isso, em Santa Catarina o que de mais recente surgiu foi a publicação de portarias que, na prática, não representaram novidades para boa parte do estado. "A maioria do que foi publicado pelo Estado ainda não é aplicável à nossa região pois seguimos no estado grave", observa o diretor executivo da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), Giovani Dagostin.

Enquanto isso, o segmento de eventos segue mobilizado na região. Depois do protesto da última sexta-feira, 25, quando empresários e trabalhadores fizeram uma carreata pela BR-101 - antes já haviam protestado em Criciúma - a esperança agora reside em uma reunião marcada para a próxima quarta-feira, 30. "Estaremos representando o setor em uma nova conversa com a Secretaria de Estado da Saúde, para tentar um protocolo de retomada. Já encaminhamos nossas propostas, mas o Estado segue cauteloso", observou a decoradora Daiane Savi, uma das lideranças do movimento.

A mobilização continua nas redes sociais. No perfil SOS Eventos, a postagem desta segunda-feira indicava a indignação da categoria:

Precisamos de um direcionamento do nosso Governo, são 7 meses que um setor está desamparado e invisível. Por trás desse setor que engloba 40 atividades, existem famílias que dependem do SETOR DE EVENTOS. Você já se colocou no lugar desses profissionais? Precisamos retomar nossos TRABALHOS.

O setor de eventos está sem atividades em Santa Catarina desde a segunda metade de março, por conta da pandemia de Covid-19.