Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Secretários de saúde da AMREC aceitaram porta referenciada no Hospital Materno Infantil

No encontro do CIR/AMREC foi definida ainda a elaboração de um documento solicitando uma reunião macrorregional para tratar do custeio e manutenção Hospital Santa Catarina.
Arthur Lessa
Por Arthur Lessa Criciúma, SC, 06/09/2017 - 17:24Atualizado em 06/09/2017 - 17:33

Em reunião da CIR (Comissão de Intergestores Regional), realizada na tarde desta quarta-feira, os secretários de saúde da AMREC aceitaram a proposta de porta referenciada no Hospital Materno Infantil, apresentada por Criciúma.

A medida foi acatada pelos demais municípios após apresentação de dados da direção do HMISC que comprovam que 90% dos atendimentos realizados são clínicos, e não de urgência e emergência.

Ou seja... 9 em cada 10 casos atendidos no Santa Catarina poderiam ser resolvidos nas unidades básicas de saúde, que é onde deverão ser tratados a partir de agora.

Com a decisão, os casos de urgência e emergência serão atendidos por meio de encaminhamento dos postos de saúde, com exceção dos atendimentos realizados pelo SAMU e Corpo de Bombeiros.

Outra definição desta reunião do conselho dos secretários foi a elaboração de um documento, que será encaminhado para o presidente da AMREC, solicitando uma reunião macrorregional, envolvendo também a AMESC e AMUREL, para tratar do custeio e manutenção Hospital Santa Catarina.

Tags: hmisc cir amrec criciuma