Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

São José atenderá mais crianças na luta contra o câncer

Reconhecimento de unidade como referência em oncopediatria possibilita a oferta de serviços a novos pacientes
Por Bruna Borges Criciúma, 25/08/2018 - 06:55
Arquivo / A Tribuna
Arquivo / A Tribuna

A batalha das crianças que moram na região Sul de Santa Catarina e que precisam enfrentar o câncer logo no início de suas vidas está prestes a ficar um pouco menos árdua nos próximos dias. Há alguns anos como pleito de profissionais, familiares dos pacientes e apoiadores da causa, essa semana foi aprovada pelo conselho de secretários de saúde que o Hospital São José, de Criciúma, torne-se referência em oncopediatria.

O impacto dessa novidade na vida daqueles que sofrem com o diagnóstico da doença é o de que precisarão se locomover menos para receber o tratamento necessário. Há oito anos o São José já atende com os serviços de oncopediatria, tanto quimioterapia, quanto cirurgias e outros procedimentos, mas o que muda agora é que mais crianças poderão ser atendidas na unidade de Criciúma. A estimativa é de que atualmente de 40 a 50 pacientes precisem procurar outros hospitais. 

“O serviço de oncopediatria existe no Hospital São José há oito anos, a única coisa que nós não conseguimos fazer aqui é a cirurgia ortopédica oncológica, que é aquela quando uma criança tem um tumor nos ossos, precisa retirar e substituir por uma prótese”, explica a oncologista pediátrica e chefe do serviço de oncologia pediátrica do São José, Adalisa Reinki.

“Mas até então, o repasse do governo para oncologia pediátrica em Santa Catarina era destinado apenas para Joinville e Florianópolis, nós não éramos reconhecidos como referência. O que acontecia era que o hospital oferecia todo o tratamento, mas não recebia os recursos para a oncologia pediátrica. Agora, o valor que antes ia para as outras cidades, será dividido com Criciúma”, afirma a médica.