Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

São João do Sul e Jacinto Machado receberão programa do Senar

Cidadania Rural acontece na próxima quarta-feira e capacitará agricultores
Redação
Por Redação Jacinto Machado - SC, 14/06/2018 - 16:18
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Orientar o público-alvo quanto a correta aplicação da legislação previdenciária rural e tributária é o principal objetivo do Programa Cidadania Rural. A iniciativa é do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC). Na próxima quarta-feira (20), os municípios de Jacinto Machado e São João do Sul receberão o programa.

Em Jacinto Machado, o evento será das 8h às 12h, no auditório da Coperja, no centro do município. Já em São João do Sul iniciará às 13h30 e segue até às 17h30, na Câmara Municipal de Vereadores. As capacitações serão realizadas em parceria com o Sindicato Rural de Jacinto Machado.

A iniciativa é coordenada pelo técnico em atividade de arrecadação do SENAR/SC, Emerson Gava e a programação inclui as seguintes temáticas: Nota Fiscal do Produtor, Contribuição ao FUNRURAL e ao SENAR e Segurado Especial – Lei 11.718/2008 Benefícios Previdenciários. As palestras serão ministradas por representantes da Secretaria de Estado da Fazenda, do INSS e SENAR.

"Temos como público-alvo produtores rurais, contabilistas, segurados especiais, cooperativas e agroindústrias envolvidas no processo de produção, aquisição e comercialização de produtos rurais", explica Emerson.

De acordo com o presidente do Sistema FAESC/SENAR-SC José Zeferino Pedrozo, a partir das ações do Cidadania Rural a intenção é contribuir para a melhoria da condição de vida, saúde e integridade física do trabalhador rural. "Ter conhecimento das questões legais que envolvem o dia a dia no campo contribui na qualidade de vida e evolução no meio rural".

O superintendente do SENAR/SC Gilmar Antônio Zanluchi salienta que esse trabalho é fundamental para que os trabalhadores rurais tenham conhecimento de seus direitos e deveres e possam usufruir de benefícios que facilitam o seu dia a dia no campo.