Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Santa Vita começa a sair do papel

Em dois anos e meio o edifício já terá alguns andares liberados
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 31/07/2019 - 09:39Atualizado em 31/07/2019 - 09:46
(foto: arquivo 4oito)
(foto: arquivo 4oito)

Já tem tapume e as árvores estão sendo cortadas. O Santa Vita começou a sair do papel, empreendimento que será o maior no segmento de saúde em Santa Catarina. Enquanto uns andares já vão estar ocupados, outros continuarão em obras, até que o prédio fique completamente pronto, em cinco anos.

“Em dois anos e meio queremos concluir até o 10º andar, para que a parte de estacionamento funcione”, contou o diretor da Compacta Incorporadora, Edilando de Moraes. “Depois continua a obra e faremos igual nos Estados Unidos, já usando os andares de baixo”, completou.

O prédio terá 30 andares e 115 metros de altura, será 10 metros maior do que o Edifício Lúcio Cavaler, inaugurado em 1981. “O edifício garagem toma 70 mil metros quadrados. Em outras cidades, como em Porto Alegre, estão fazendo garagens do outro lado, então precisam fazer passarelas de acesso”, destacou o responsável.

Edilando de Moraes


Será um empreendimento diferente dos outros, segundo Edilando, a construtora não irá vender todas as salas comerciais e deixar o local, a promessa é continuar no edifício. E o novo começa durante a construção, com cuidados referentes ao trânsito da região.

“Essa mudança toda vai melhorar nos próximos 15 anos. Durante a obra, que vai ter mais de 200 pessoas, ninguém poderá deixar o carro nas proximidades. Eles vão ter que deixar o carro lá na construtora e vir de ônibus, e vão almoçar dentro da obra, para que não tenha esse problema de saúde”, frisou.

A expectativa é de que a mesma construtora faça mais cinco prédios com o mesmo formato em outras cidades do estado, sendo a próxima em Joinville.