Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Salvaro alerta para possível terceira onda da Covid-19 ainda neste mês

Previsão foi repassada pelo secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 12/05/2021 - 08:06Atualizado em 12/05/2021 - 08:11
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Santa Catarina poderá ter que lidar com uma possível terceira onda do novo coronavírus ainda neste mês. A previsão foi repassada pelo secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, ao prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, que reforçou o alerta em entrevista ao programa Adelor Lessa desta quarta-feira, 12.

“A Secretaria de Estado da Saúde aponta para, talvez, uma terceira onda. Isso nos pegou de surpresa. O Acélio já vinha falando sobre isso com outros profissionais de saúde”, pontuou o prefeito.

Segundo Salvaro, a surpresa se deve justamente porque muitas pessoas já contraíram o vírus e, por isso, já teriam criado anticorpos, no mesmo passo em idosos com mais de 60 anos já foram vacinadas e pessoas com comorbidades estão recebendo a primeira dose. No entanto, a situação dos hospitais e a grande quantidade de casos ainda assusta.

“A lógica seria essa diminuição, mas o Estado alerta para uma possível terceira onda que será agora no mês de maio e junho. Estamos lutando e não conseguimos baixar o número de contaminados em Criciúma, fica em torno de 900, 1100. Já ficamos perto de 200, e agora os números continuam alto”, pontuou.

A justificativa do Estado para o alerta de uma possível nova onda da Covid-19 em Santa Catarina é justamente a grande quantidade de pessoas que seguem contaminadas com o vírus. Atualmente, Criciúma possui 969 casos ativos do vírus - número que vem oscilando pouco, tanto para mais quanto para menos, nas últimas semanas.