Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Saimon Novack destaca a importância do planejamento para um chef de cozinha

Segundo Saimon, planejamento é essencial para que a comida seja servida sempre com a melhor qualidade
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma, SC, 06/12/2019 - 12:43Atualizado em 06/12/2019 - 14:56
Foto: Vitor Netto
Foto: Vitor Netto

Cozinhar para uma família de dez ou doze pessoas já não é, para muitos, uma das tarefas mais fáceis. Preparar uma janta para uma empresa inteira, com mais de 300 pessoas, definitivamente se trata uma missão mais difícil ainda. O jornalista e chef de cozinha criciumense, Saimon Novack, explicou em seu quadro, durante o programa Adelor Lessa desta quinta-feira, 6, a importância de um bom planejamento para que a comida seja sempre muito bem servida - seja para 40 ou para 400 pessoas.
 
Segundo Saimon, não importa quantas pessoas serão atendidas em uma festa, tudo depende de planejamento. “Para um evento com um número mais expressivo de pessoas precisamos ter uma programação melhor, de repente remodelar o cardápio para atender a expectativa daquele público, fazer um prato que seja rico de sabor e que não perca a qualidade”, comentou.
 
O chef explica que há alguns pratos que perdem a sua essência quando servidos para uma grande quantidade de pessoas. O risoto, por exemplo, em uma festa com muitos convidados, apenas os primeiros irão comer o risoto completamente “al dente”, cremoso e típico italiano, enquanto os demais receberão o alimento com uma textura mais alterada, com grão mais macio e já sem muita textura.
 
“Quando o evento é para um número muito expressivo de pessoas eu sempre deixo bem claro pro cliente alguns detalhes, como o fato de que determinados pratos não ficam tão interessantes para determinadas ocasiões e números de convidados”, ressaltou o chef.
 
Saimon comenta também que, apesar da região manter muito a tradição e o gosto por comidas típicas, como a tradicional galinha com polenta, cada vez mais as pessoas estão se permitindo experimentar pratos novos e inovadores. “Para esses tipos de eventos, com número grande de convidados, o pessoal está mais ousado. Mandamos uma relação que vai desde uma polenta cremosa com ragu de galinha caipira, até outras opções mais ousadas, como ostra flambada com conhaque e gengibre, e as pessoas estão aceitando”, concluiu Saimon.