Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Rio Branco anuncia contratação do goleiro Bruno e é alvo de críticas

Apontado como autor do homicídio de Eliza Samúdio, Bruno está em regime semiaberto
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Rio Branco - Acre , 29/07/2020 - 10:39Atualizado em 29/07/2020 - 10:42
Foto: divulgação
Foto: divulgação

O presidente do Rio Branco, clube de futebol do Acre, Neto Alencar, anunciou no último domingo a contratação do ex-goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes. Bruno foi condenado a mais de  20 anos pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, sequestro e ocultação de cadáver, sendo apontado como autor do assassinato de sua ex-companheira Eliza Samúdio. Entretanto, em 2019, a Justiça o concedeu regime semiaberto domiciliar. 

O anúncio foi feito através das redes sociais do clube. “Quero comunicar a vocês a mais nova contratação do Rio Branco, eu digo a maior contratação do Rio Branco neste ano e uma das maiores de sua história. Trata-se do goleiro Bruno Fernandes, ex Flamengo, que chega na nossa capital nesta semana para vir compor o elenco do Rio Branco nesta temporada”, disse Neto.

A contratação acabou resultando em uma série de críticas por de entidades e profissionais ligados ao clube. O principal patrocinador do Rio Branco, que o apoiava há 14 anos, chegou a romper o contrato. A treinadora do time feminino do clube acreano, Rose Costa, pediu demissão após o anúncio e escreveu uma nota de repúdio em seu Facebook.

“Atletas são figuras públicas, e socializam e influenciam comportamentos, e meu humilde entendimento é que essa oportunidade dada ao goleiro Bruno, em nossa amada equipe, legitima a ineficiência das leis em nosso país, socializa ainda mais a impunidade aos feminicidas e, por fim, macula a imagem de nossa equipe, pois o crime orquestrado por ele é reconhecidamente hediondo”, escreveu a treinadora.

Em entrevista à Agência Brasil, o presidente do clube anunciou que não voltará atrás em sua decisão, e que Bruno deverá se apresentar no Rio Branco na sexta-feira, 31, para um contrato de seis meses. Segundo Neto, o goleiro disputará o segundo turno do campeonato acreano, a Copa Verde e a Série D do Brasileiro.

Atualmente com 35 anos, Bruno tentou retornar ao futebol profissional desde que entrou em regime semiaberto. As tentativas envolveram os clubes Boa Esperança, de Minas Gerais, e Operário, do Mato Grosso do Sul. As críticas da torcida acabaram fazendo com que Bruno não prosseguisse nos clubes.