Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Revigoração apresentou cópias de associação dos candidatos à mesa do Conselho, diz Fernandes

Eleição da mesa diretora do CD ocorre nesta quarta-feira, às 17h, e deve eleger Guilherme Búrigo presidente
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Criciúma, SC, 21/07/2021 - 15:28Atualizado em 21/07/2021 - 15:28
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Revigoração apresentou ao meio-dia desta quarta-feira, 21, a contestação e as provas solicitadas pelo conselho eleitoral para a formação da chapa da mesa diretora do Conselho Deliberativo (CD). 

O conselho eleitoral apontou irregularidadas nos nomes de Guilherme Búrigo e Antônio Sérgio Fernandes, inscritos na nominata como candidatos à presidência e secretaria do CD, respectivamente.

Segundo o conselho eleitoral, os dois não teriam o tempo mínimo de oito anos como sócios do clube para concorrer aos cargos, o que foi rechaçado pela Revigoração.

O advogado Antônio Sérgio Fernandes afirma ser sócio desde 1977 e que Guilherme Búrigo é desde 2004. O candidato a secretário do CD opina que dificilmente haverá alguma contestação judicial após a eleição da mesa diretora, marcada para esta quarta entre as 17h e 21h30 e que Búrigo será o novo presidente do Conselho. 

"A eleição vai haver de qualquer maneira. O mandato do Alamini termina hoje à noite, com as eleições nossas as coisas serão tratadas de forma diferente, a menos que surja alguma liminar antes, o que eu não acredito que possa acontecer", relatou. "Se alguém quiser arguir na justiça, tem que mensurar bem, porque traz consequências danosas ao clube, que está em processo de captações de recursos na lei de incentivo ao esporte e um processo judicial nessa altura seria horrível ao clube", completou.

De acordo com o advogado, o conselho eleitoral ainda não deu resposta positiva às provas apresentadas, segundo ele, referentes ao tempo de associação dos dois membros, Búrigo há 18 anos e Fernandes há 44. "Conseguimos cópias das nossas fichas e não consta a data exata no título, com o mês e o dia, mas consta o ano que foi adquirido o título", concluiu.

Na mesa diretora, apenas a Revigoração apresentou candidatos; tem, como vice-presidente, Ana Maria Bortolatto Brina. Para o Conselho Fiscal, a oposição indicou uma nominata. Estão aptos a votar 300 conselheiros.