Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

“Redes sociais são como morar de aluguel”, fala especialista sobre queda os produtos do Facebook

Whatsapp, Facebook e Instagram deixaram de funcionar na tarde desta segunda-feira
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 04/10/2021 - 18:52Atualizado em 05/10/2021 - 11:29
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A publicitária e especialista em redes sociais, Alê Koga, destacou a queda do Whatsapp, Facebook e Instagram ocorrido nesta segunda-feira, 4. Para ela, é preciso tirar uma lição positiva do fato. “Vale a pena questionar onde colocamos as nossas informações. Redes sociais são como morar de aluguel e uma hora os donos do condomínio podem mudar as regras.  Se for  pensar em serviços digitais, estamos na mesma mão e o importante é não estar”, salienta. 

Por volta das 12h50 desta segunda, o termo "WhatsApp" tornou-se o primeiro nos Trending Topics (os assuntos mais comentados) do Twitter no Brasil. Cerca de meia hora depois, o concorrente Telegram, passou a ser o segundo mais comentado – o serviço também registrou reclamações de usuários. “Hoje as pessoas devem ter reiniciado wifi, xingado a operadora, mas o mundo todo está há mais de seis horas sem os produtos do Facebook. Calcula-se que o prejuízo está em meio milhão de dólares por hora. Faz a gente levar várias reflexões não só negócios, mas o quanto a gente coloca nisso”, finaliza.