Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Programa Moradia Temporária passará a beneficiar 18 famílias

Projeto do Executivo reduziu o valor, mas aumentou a distribuição do Bolsa Aluguel
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 28/11/2019 - 15:41
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Falta apenas o prefeito Clésio Salvaro assinar, para que seja lei o novo valor disponível no Programa Moradia Temporária. Isso não deve demorar, já que a alteração foi solicitada à Câmara de Vereadores pelo Executivo. Desde 2014 até 12 famílias recebem R$ 600,00 por mês para pagarem o aluguel, agora serão 18 beneficiadas, com o valor de R$ 400,00.

“Temos utilizado isso para casas que pegam fogo, tem famílias que são despejadas, são casos de risco ou áreas de risco, as vezes a casa é comida pelo cupim, pode ter algum desabamento na área. Temos priorizado essas famílias que a Defesa Civil pede a remoção de suas casas”, comentou o secretário de Assistência Social de Criciúma, Paulo César Bitencourt.

Segundo ele, fazendo essa alteração será mantido o equilíbrio financeiro e isso não deverá impactar as famílias que recebem o benefício, já que a maioria delas conseguem aluguéis por menos de R$ 400,00. Quando a alteração na lei for aprovada, ao encontrarem uma casa por mais do que o oferecido pela Prefeitura, então pagarão o restante.

“A família vem no setor de protocolo e formaliza esse Bolsa Aluguel Social, ela vem até o departamento de habitação. Essa família precisa juntar os documentos e mostrar porque está nessa situação, apresentando todos os argumentos que tiverem. Também acontece a visita in loco da assistente social”, explicou o secretário, referente ao processo de cadastro.

Faz aproximadamente dois meses que o projeto de alteração foi enviado à Câmara. De acordo com Bitencourt, as famílias podem utilizar o benefício por até seis meses, sendo possível renovar o benefício pela mesma quantidade de tempo.