Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Prefeitura de Laguna decreta luto pela morte do ex-senador Jaison Barreto

Político, natural da cidade, morreu neste domingo
Redação
Por Redação Laguna, SC, 27/09/2021 - 16:29Atualizado em 27/09/2021 - 16:30
Foto: NSC
Foto: NSC

A Prefeitura decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-senador Jaison Tupy Barreto, falecido neste domingo, 26, aos 88 anos. Natural de Laguna, Jaison Barreto foi eleito senador por Santa Catarina entre 1979 e 1987, e duas vezes deputado federal em 1971 e 1979. Barreto também foi candidato ao Governo do Estado em 1982, ficando em segundo lugar por pouca diferença de votos. 

O luto oficial foi decretado nesta segunda-feira, 27, pelo chefe do executivo que lamentou o falecimento do ex-senador, “perdemos um importante líder político para Laguna e Santa Catarina. Aos familiares e amigos, meus mais sinceros sentimentos de pesar”, declarou o prefeito Samir Ahmad. A determinação pode ser conferida na íntegra logo abaixo. 

Nascido em Laguna em 1933, formado em Medicina pela antiga Universidade do Brasil (hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro) com especialização em oftalmologia, Jaison Tupy Barreto era filho do deputado estadual catarinense Tupy Barreto (1911—1989). Eleito deputado federal em 1970, destacou-se na oposição à ditadura, como parte do grupo dos "autênticos" do MDB, ao lado de nomes como Pedro Simon, Marcos Freire e Teotônio Vilela. Foi eleito para o Senado pelo voto direto em 1978. Na reforma partidária do ano seguinte, optou pelo PMDB.

Em 1982, Jaison foi derrotado por Esperidião Amin (PDS), por apenas 12 mil votos de diferença, na primeira eleição direta para o governo de Santa Catarina desde 1965. Jaison, que se filiou em 1985 ao PDT de Leonel Brizola, viria a ser aliado em Amin em eleições posteriores.

Entre 1983 e 1985, Jaison Barreto foi segundo vice-presidente do Senado.