Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Prefeitura de Forquilhinha mantém enfermeiras no rodízio em Unidades de Saúde

A sugestão que foi levantada na última semana previa a mudança em todo o quadro de funcionários
Letícia Ortolan
Por Letícia Ortolan Forquilhinha, SC, 21/09/2021 - 11:28Atualizado em 21/09/2021 - 11:43
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Prefeitura Municipal de Forquilhinha decidiu nesta segunda-feira, 20, manter as enfermeiras das Unidades Básicas de Saúde (UBS) no rodízio de funcionários nos pontos de atendimentos da cidade. A sugestão que foi levantada na última semana, previa a mudança em todo o quadro de funcionários. No entanto, após uma manifestação na última sexta-feira, 17, a administração realizou algumas mudanças.

Conforme o prefeito de Forquilhinha, Neguinho (PSD), a justificativa é a necessidade dos profissionais terem maior acolhimento e atenção com os pacientes das unidades. Ele ressalta que a Prefeitura Municipal faz investimentos altos na Saúde, como o de um milhão de reais para o Programa Zera Fila e os custos mensais de R$ 420 mil para manter em dia os exames de alta complexidade dos munícipes.

O calendário do rodízio será definido nesta terça-feira, 21, e a presidente do Sindicato do Servidor Público, Morgana Hoepers, protocolou um ofício que pede a autonomia das enfermeiras para escolherem os locais que irão atuar. “Faltou diálogo, se tivesse ocorrido antes, não teria gerado todo esse desconforto. A gente coloca o Sindicato à disposição da Administração e foi através de uma conversa que conseguimos manter as equipes de médicos e profissionais da saúde bucal”. 

Neguinho destaca que a falta de comunicação foi um ponto que a prefeitura realmente pecou. “Nós nos penitenciamos em relação a ter que abrir mais diálogo e ao fato de que devemos dar cursos de formação continuada para os nossos funcionários. Infelizmente esse ano não poderemos realizar as atividades em virtude da pandemia, mas queremos fazer isso”.