Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Pedágios: Acic fará documento com reivindicações

Reunião com técnicos acontece nesta quarta-feira. Sugestões devem ser entregues até sexta-feira
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 06/11/2018 - 08:31Atualizado em 06/11/2018 - 10:25
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Criciúma recebe nesta quarta-feira (7) uma comissão de técnicos da Fiesc para reunião sobre a implantação das praças de pedágio na BR-101 Sul. O encontro está agendado para às 14h, na Associação Empresarial de Criciúma (Acic). A ideia é produzir um documento com as reivindicações para a instalação destes pedágios, como contou o presidente da Acic, Moacir Dagostin, em entrevista ao Programa Adelor Lessa.

“Ficou definido que seria importante ouvir alguns técnicos, para ter embasamento e colocar nas nossas reivindicações. Vão estar à disposição dos prefeitos, dos empresários e da comunidade em geral”, afirma. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) vai receber sugestões até o dia 9.

No trecho Norte a tarifa é R$ 2,70, com três praças de pedágio, uma distante 100 quilômetros da outra. Para o trecho Sul, o planejado pela ANTT é instalar quatro praças, com distância de 50 quilômetros entre elas, a tarifa também seria maior: R$ 4,20, com aumenta após a instalação.

“As grandes preocupações que nós temos são as mesmas dos outros. Queremos reduzir as praças de pedágio e o valor cobrado. A partir do momento que tu elimina uma praça de pedágio, elimina pessoas para trabalhar nela. Eles dizem que a cada quilômetro custa 0,70 centavos”, completa Dagostin.

Confira a entrevista na íntegra: