Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Parceria entre Satc e Prefeitura recupera instalações elétricas de 15 escolas

O projeto está em desenvolvimento desde 2016 e atendeu mais de 4,5 mil alunos
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 13/08/2019 - 14:28Atualizado em 13/08/2019 - 14:30
Divulgação
Divulgação

Da teoria à prática aplicada na comunidade. Desde 2016, um projeto de extensão desenvolvido com estudantes e professores da Engenharia Elétrica e Técnico em Eletrotécnica da Satc tem recuperado instalações elétricas de escolas públicas. Ao todo, 15 unidades do município receberam melhorias, atendendo mais de 4,5 mil alunos numa parceria com a Prefeitura de Criciúma.

“É uma forma dos alunos aprenderem na prática, como vai ser no mercado de trabalho, as vezes o que é difícil poder se tornar fácil, ou vice e versa. A Satc entra com a mão de obra e a Prefeitura de Criciúma dá todo o suporte de material”, destacou o professor de Instalações Elétricas, Samuel Tavares Anselmo. Todo o trabalho é agendado e realizado no período de aula dos acadêmicos, sendo uma forma de complementar as disciplinas.

O projeto está na fase de execução pelos estudantes do curso Técnico de Eletrotécnica na escola EMEIEF Linus Joao Rech, do bairro Paraíso. “É fundamental já que nossa escola tem uma certa idade, a rede elétrica era antiga. Nós fizemos aquisições de ar condicionado e nem conseguíamos ligar, porque não suportava”, comentou o diretor da escola, Jefferson Rosado Teixeira.

A unidade escolar teve sua estrutura ampliada em 2011, mas a capacidade para novos equipamentos estava comprometida. “Era uma dificuldade muito grande, quando ligava uma torneira elétrica na parte de trás, caía para aqui na frente. Estou na escola há um ano e três meses como diretor, visitei outras unidades escolares e eles comentaram sobre essa parceria e eu não perdi tempo, fui logo na secretaria de Educação colocar nossos problemas, para que eles pudessem nos inserir na lista, porque não tínhamos orçamento para fazer tudo”, explicou Teixeira.

Os acadêmicos que participam do projeto recebem certificado de horas complementares pela colaboração junto à comunidade.

As etapas do processo

 

Etapa 1: Diagnóstico - acadêmicos e professores do curso de Engenharia Elétrica da Faculdade SATC verificam as instalações e produzem laudos da situação existente.

 

Etapa 2: Projeto - após o laudo é elaborada uma proposta de melhoria e desenvolvido de projeto elétrico de adequação das instalações;

 

Etapa 3: Execução - é estabelecido um cronograma de por alunos do curso de Engenharia Elétrica e do curso Técnico de Eletrotécnica durante as aulas e também em períodos extraclasse, acompanhado pelos professores; 

 

Etapa 4: Verificação e Entrega - após a execução, os responsáveis técnicos da prefeitura verificam os trabalhos e é feita a entrega das instalações aos alunos.