Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Padre diz que a questão das terras do Instituto Murialdo não envolve dinheiro

Joacir Giustina afirmou que o objetivo da entidade é contribuir com o desenvolvimento de Orleans
Por Erik Behenck Orleans - SC, 19/07/2019 - 10:58
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Não se trata de uma questão envolvendo valores, entre o Instituto Leonardo Murialdo e a Prefeitura de Orleans. Conforme o presidente do instituto Murialdo, padre Joacir Della Giustina, o objetivo da instituição é contribuir com o avanço social da cidade. Ontem aconteceu mais uma reunião entre as partes envolvidas na disputa pelos 34 hectares de terra.

"Os josefinos não querem atrapalhar o desenvolvimento daquela cidade. Nós achamos que devemos continuar lá, já participamos do desenvolvimento e o segundo ponto é que não estamos interessados em valores econômicos e sim auxiliar para que a cidade tenha mais desenvolvimento, se beneficiando das terras que temos lá", disse o padre.

Primeiro o prefeito Jorge Koch decretou que as terras deveriam ser da Prefeitura, e se dispôs a pagar um valor entre R$ 4 e R$ 5 milhões. Depois começaram negociações pela propriedade. "Nós não queremos atrapalhar de jeito algum o desenvolvimento. A nossa tendência foi o desenvolvimento cultural e não só religioso naquela região”, citou.

Segundo ele, se o decreto permitisse negociar com o Instituto Murialdo, já teriam chegado a um acordo.