Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Os maus resultados do Tigre de Dal Farra

Com ele na presidência, Criciúma não conseguiu títulos nem resultados expressivos
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 15/05/2020 - 16:31Atualizado em 15/05/2020 - 16:50
Neste ano o Criciúma foi eliminado da Copa do Brasil logo na estreia, tomando goleada do Santo André / Divulgação
Neste ano o Criciúma foi eliminado da Copa do Brasil logo na estreia, tomando goleada do Santo André / Divulgação

A era Jaime Dal Farra na presidência do Criciúma encerra no dia 31 de dezembro deste ano. Serão pouco mais de cinco anos à frente do tricolor, período de seca de títulos. O Criciúma não levanta uma taça desde 2013, quando conquistou o Campeonato Catarinense.

Desde então, amargou o rebaixamento para a Série B, onde fez campanhas de pouco brilho. Depois que Antenor Angeloni passou o bastão para Dal Farra, em outubro de 2015, a melhor colocação na competição nacional foi um 8º lugar em 2016. De lá para cá, não demonstrou que pudesse retornar à elite do futebol nacional. Não ficou nenhuma vez entre os dez primeiros, culminando no rebaixamento à Série C no ano passado.

No Campeonato Catarinense, a melhor colocação foi um 3º lugar, que alcançou por três vezes com Dal Farra no comando. Em algumas oportunidades, chegou a assustar os torcedores com risco iminente de rebaixamento. Em 2020, conseguiu a classificação e enfrenta o Marcílio Dias na próxima fase.

Antenor Angeloni entrega o comando do Tigre para Dal Farra em outubro de 2015 / Divulgação

Na Copa do Brasil, nem perto de repetir a gloriosa campanha de 1991. O melhor resultado foi chegar na terceira fase em 2017 e 2019, quando, inclusive, enfrentou os adversários mais expressivos: Fluminense e Chapecoense.

O Tigre foi eliminado duas vezes na primeira fase e por adversários de pouca expressão no cenário nacional. Em 2016, não passou pelo Operário do Paraná que na época sequer jogava a Série B e em 2020 foi goleado por 4 a 1 pelo Santo André, dando adeus à competição já na rodada inicial.

As campanhas do Tigre de Jaime Dal Farra:

2015

Série B

12º lugar

 

2016

Campeonato Catarinense

3º lugar

Copa do Brasil

Eliminado na 1º fase pelo Operário (PR)

Série B

8º lugar

 

2017

Campeonato Catarinense

3º lugar

Copa do Brasil

Eliminado na 3ª fase pelo Fluminense

Série B

13º lugar

 

2018

Campeonato Catarinense

3º lugar

Copa do Brasil

Eliminado na 2ª fase pelo Cianorte

Série B

14º com 47 pontos

 

2019

Campeonato Catarinense

4º lugar

Copa do Brasil

Eliminado na 3ª fase pela Chapecoense

Série B

19º com 37 pontos

 

2020

Campeonato Catarinense

5º lugar (classificado para as quartas de final)

Copa do Brasil

Eliminado na 1ª fase pelo Santo André