Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Operação Veraneio registra números alarmantes

Na temporada atual já foram mais mortes do que na última
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 24/01/2019 - 10:21
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Durante o verão milhares de pessoas vão para praias e balneários buscando se refrescar. Segue até abril a Operação Veraneio, que procura diminuir as incidências de afogamentos, conforme destacou o chefe do setor de Instrução e Ensino do 4ª Batalhão de Bombeiros Militares de Criciúma, Capitão Samuel Ambroso, em entrevista ao Jornal das Nove.

“São muitos locais, onde a gente consegue chegar colocamos placas indicando. Locais que não possuem guarda-vidas não são bons para banhos, seja no mar, em rio, lagoas ou piscinas. Todo local é perigoso, o local com água pode ser um risco”, afirmou. “Nós trabalhamos muito com a prevenção, isso vem desde novembro, os guarda-vidas com apito tem evitado afogamentos seguidos de mortes”, completou.

Desde o início da temporada, em outubro do ano passado, 38 pessoas morreram por afogamento em Santa Catarina. A Operação Veraneio registrou 36 casos na última temporada. Se contar apenas 2019, o número é alarmante. “Esse ano estamos com 24 no estado, 18 em água doce e seis em água salgada”, contou Ambroso. 

Confira a entrevista na íntegra: