Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Operação da Polícia Federal cumpre mandados em Criciúma

A Receita Federal está junto. Viaturas já foram vistas no Balneário Rincão e na Via Rápida
Redação
Por Redação Criciúma - SC, 05/11/2019 - 08:34Atualizado em 05/11/2019 - 11:40

A Operação Saldo Negativo, deflagrada nesta manhã pela Polícia Federal e pela Receita Federal tem alvos em Criciúma, Florianópolis, São José, Itapema e Indaial. Além de Santa Catarina, serão cumpridos mandados em São Paulo, Paraná e Distrito Federal. O objetivo é combater um grupo criminoso especializado em fraudar declarações de tributos federais.

São aproximadamente 140 policiais envolvidos e 41 servidores da Receita Federal, que estão cumprindo 25 mandados de prisão preventiva e 30 mandados de busca e apreensão. A operação cumprirá ordens judiciais de sequestro de 30 veículos, três jet-skis, dois barcos e 24 imóveis, além de 106 terrenos.

Para quitar um débito de R$ 100 mil, as empresas adquiriam um crédito de igual valor, pagando ao fraudador R$ 70 mil. Esses R$ 30 mil continuavam em dívida integral junto ao Fisco, enquanto imaginavam que teriam essa vantagem. A suspensão de tributos federais chegou a R$ 2,3 bilhões, sendo que R$ 1 bilhão é referente a falsos créditos.

Viaturas já da Polícia Federal foram avistadas no Balneário Rincão e na Via Rápida. Até o momento, 3,5 mil empresas clientes do grupo criminosos já foram identificadas.

Foi marcada uma coletiva de imprensa para às 10h, na sede da Polícia Federal, em Florianópolis.