Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O único candidato a eleição

Sem oposição, atual presidente do Criciúma pode ser reeleito como mandatário para o triênio 2019/2021
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 21/12/2018 - 08:09
Dirigente do Tigre escolheu Arlindo Rocha para ser seu vice-presidente administrativo/Foto: Daniel Búrigo/A Tribuna
Dirigente do Tigre escolheu Arlindo Rocha para ser seu vice-presidente administrativo/Foto: Daniel Búrigo/A Tribuna

O caminho está livre. A chapa de Jaime Dal Farra foi inscrita cumprindo os critérios determinados no Estatuto Social do Criciúma. Sem oposição e se aprovado pelos conselheiros na reunião de hoje, às 19h, na Associação Empresarial de Criciúma (Acic), o grupo do atual presidente do Tigre será reeleito para os cargos da Diretoria Executiva do clube para o triênio 2019/2021.  

Para isso, basta apenas que mais de 50% dos conselheiros presentes na votação sejam a favor da continuidade de Dal Farra na presidência. Se os votos for contra a aprovação da chapa da atual diretoria, o Estatuto Social não prevê o que deve ser feito na sequência. Caso haja a aprovação, o ato de logo mais põe um ponto final nos dias movimentados da última semana referente ao assunto eleição no Criciúma e volta ao foco a montagem do elenco para a temporada.

Retornando de viagem a Porto Alegre, o mandatário do Tigre foi discreto ao falar sobre a inscrição de chapa única para concorrer à eleição. “Acho que agora poderemos continuar fazendo um grande trabalho como já vinha sendo feito. Mas só irei me manifestar em relação a eleição amanhã (hoje)”, resumiu Dal Farra.

Assim como ele permanecerá no cargo máximo da Diretoria Executiva, os demais membros continuarão em suas cadeiras. Valcir Montovani fica como vice-presidente financeiro, assim como Vilmar Casagrande segue responsável pela vice-presidência de patrimônio.

Arlindo Rocha no administrativo

O suspense em relação a chapa de Dal Farra estava em quem iria se candidatar como vice-presidente administrativo. O cargo estava vago desde que Carlos Henrique Alamini se desligou da função para assumir a presidência do Conselho Deliberativo. Ao fim do prazo das inscrições de chapas, eis que surge o novo nome: Arlindo Rocha, advogado e hoje prefeito da cidade de Maracajá.

“O contato com o Jaime Dal Farra aconteceu por conta da nossa proximidade. Nos conhecemos há algum tempo e ele conversou comigo. Acho que a minha experiência como um advogado e como gestor, função que desempenho como prefeito em Maracajá, me credenciam para o cargo. Será minha primeira experiência em uma diretoria de futebol. Mas tenho muito a contribuir. Sou conciliador, minha intenção é ajudar o clube a conseguir mais apoio e fazer um bom 2019”, disse.

Foto: Daniel Búrigo/Arquivo/A Tribuna

Ele confessa que ainda não definiu exatamente como fará seu trabalho no time. “Não devo ficar todos os dias lá, até porque continuo como prefeito de Maracajá, mas ainda iremos sentar e conversar melhor sobre isso, caso a nossa chapa seja aprovada”, afirmou Rocha.