Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

O que é a gamificação e como ela pode ser aplicada em treinamentos

Profissional explica como transformar conteúdos em jogos pode tornar admissões mais bem sucedidas
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC , 17/07/2020 - 15:21Atualizado em 17/07/2020 - 15:21
Foto: reprodução
Foto: reprodução

Já faz alguns anos que o termo gamificação vem aparecendo no meio coorporativo de uma forma geral, sendo intensificado graças ao avanço das tecnologias e a presença das mídias sociais em todo e qualquer ambiente. Derivado da palavra game, jogo em inglês, o termo é utilizado para quando conteúdos são transformados em jogos sem perda de aprendizado - algo que pode ser aplicado, até mesmo, em treinamentos para empresas.

“Gamificar é pegar algo como um treinamento, por exemplo, e ao invés de fazer de uma forma tradicional, em que o conteúdo é disponibilizado, a pessoa estuda e depois faz uma prova, fazer com que ela receba em partes esse conteúdo, como se fosse um jogo”, declarou o profissional da área de Marketing e Administração, Fabio Passerini.

O conteúdo, então, é entregue em partes para quem está participando do treinamento. com um início menor e mais simples e com conquistas a cada obstáculo superado. “Se tiver dificuldade, poderá refazer a parte até conseguir melhorar. É pegar a ideia dos jogos e adotar os mesmos conceitos para os conteúdos de treinamento”, pontuou.

Um dos casos de sucesso citados por Fabio é referente a um projeto que tem como ponto principal os conceitos de sustentabilidade desenvolvidos pela Organização das Nações Unidas - repleto de várias metas e objetivos. “Criamos com isso um pequeno jogo, com enigmas e etapas. Você vai começando pela etapa mais simples e vai aprendendo o que é que são esses objetivos da ONU, se aprofundando neles de forma mais detalhada e completa até que, no final, estará bastante por dentro do assunto”, destacou.

Segundo o profissional, muitas empresas já adotam a gamificação para seus treinamentos. Um dos pontos positivos disso é a possibilidade de disponibilização do treinamento de forma remota, em que cada participante faz no seu tempo e momento - com a possibilidade de monitoração do desempenho de cada um.

Outra vantagem da gamificação é estabelecer situações importantes para testar a capacidade do profissional. “Em um processo seletivo você consegue criar situações mais próximas da realidade e ver como aquele candidato vai enfrentar no ambiente de trabalho”, afirmou.