Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O primeiro Criciúma de Gilson Kleina

Em confronto direto contra o Brusque, técnico adota um 4-4-2 para “equilibrar ações ofensivas”
Por Lucas Renan Domingos Criciúma, SC, 21/03/2019 - 07:32
Treinador projeta resultado positivo hoje para aumentar a confiança no clássico diante do Avaí/Foto:Fernando Ribeiro/Criciúma E.C.
Treinador projeta resultado positivo hoje para aumentar a confiança no clássico diante do Avaí/Foto:Fernando Ribeiro/Criciúma E.C.

Ao fim da coletiva, uma solicitação de Gilson Kleina à imprensa. “Vou pedir para vocês não fazerem imagem da parte tática. Amanhã é um confronto direto, não podemos passar informações ao adversário”, disse. A preocupação do treinador faz sentido. O jogo desta quinta-feira, contra o Brusque, é o mais importante do Campeonato Catarinense para o Criciúma até o momento. “Com a vitória nós trocamos de posição. Dependendo até de outros resultados, a gente pode ser premiado para entrar no G4”, frisou o treinador.

Nesta mesma partida, o Tigre passa adotar uma nova filosofia de jogo. Algo natural com a troca da comissão técnica. Será a primeira vez que Kleina poderá colocar em campo a formação que acredita ser a melhor para o Criciúma, já que na vitória contra o Atlético Tubarão ele não esteve na beira de campo – ainda não estava regularizado.

Confirmado o 4-4-2

No treino de ontem pela manhã, o último do Tricolor antes de viajar para Brusque, deu para notar que as mudanças realmente irão acontecer. O treinador deixou de lado o 4-2-3-1 utilizado pelo Tigre nas últimas partidas e adotou um 4-4-2, povoando mais o meio campo. A mesma formação havia sido adotada na atividade de terça-feira. “Tem muita coisa que temos que ajustar, mas precisa partir de um princípio”, destacou Kleina.

“Eu entendo para que a gente possa utilizar melhor nossos meias de articulações, precisamos dar sustentação para que isso aconteça. Se a trinca conseguir fazer isso e aumentar nosso poder de organização, podemos equilibrar mais as ações ofensivas”, completou.

Eduardo mais ofensivo

A trinca referida pelo técnico é formada por Zé Augusto, Bruno Cosendey e Eduardo. Os três serão responsáveis por dar segurança defensiva a Daniel Costa, que, no time de Kleina, ficou será o armador no meio-campo. Nesta mesma formação, o volante Eduardo, que estava jogando um pouco mais recuado, ganha liberdade para chegar à frente e apoiar Daniel Costa. Ele também tem um bom arremate de fora da área, o que deve ser explorado pelo treinador.

Em nova formação, volante ficará mais livre para chegar a frente/Foto: Daniel Búrigo/A Tribuna

O comandante do Tigre também adiantou uma possível troca na equipe durante o jogo. “Ou então atrasa um pouco Eduardo e coloca o Marcinho Júnior. Temos o treino para a gente ver como é que fica a aproximação desses jogadores. Até porque vamos pegar um adversário que joga em uma transição muito rápida, conhece seu campo de jogo e precisamos nos igualar. Vamos conhecendo (o time)”, analisou

Com a ausência de Marlon na lateral-esquerda, suspenso pelo terceiro amarelo, quem assume a função é Caíque. O atleta foi utilizado como meio-campo por Wilsão e Doriva e essa será a sua estreia na titularidade na posição para o qual foi contratado. Luiz também continua fora. O goleiro ainda não se recuperou de uma lesão na panturrilha. Bruno Grassi vai para o gol.

“São jogadores também que estão a cada treino se preparando. O futebol está assim. A oportunidade não tem data. Então você tem que estar preparado para tudo”, ressaltou Kleina.

Preocupação com a vitória

Quando entrar em campo para enfrentar o Brusque o Criciúma já estará sabendo o resultado da partida entre Avaí e Marcílio Dias. Mas, ontem, Kleina enfatizou que sua equipe não pode ficar refém de outros resultados. Independente da jogo de ontem, o Tigre precisa estar totalmente focado na partida contra o Brusque. Até porque, em caso de derrota, o Tricolor Carvoeiro volta a ficar distante do G4.

“O mais importante se o Avaí vai ganhar, se vai acontecer alguma situação com o Marcílio, é o Criciúma fazer o papel dele”, determinou o técnico na coletiva dessa quarta-feira. ”Ao mesmo tempo precisa saber que o Brusque tem essa pretensão. Brusque ganhou o último jogo. Uma equipe empolgada, motivada para ter esse resultado. Espero que mais uma vez a gente possa ser competentes, inteligentes, saber equilibrar as ações para que a gente possa fazer um grande jogo”, projetou Kleina.