Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Nelson Wedekin: “Era brilhante nos seus raciocínios e absolutamente imbatível”, sobe Jaison Barreto

Jaison Barreto morreu na noite deste domingo em decorrência de uma parada cardáica
Letícia Ortolan
Por Letícia Ortolan 27/09/2021 - 10:30Atualizado em 27/09/2021 - 10:30
Foto: Divulgação / Alesc
Foto: Divulgação / Alesc

O ex-senador Nelson Wedekin foi um dos entrevistados no Programa Adelor Lessa desta segunda-feira, 27. O advogado era amigo pessoal de Jaison Barreto, considerado um grande nome na política de Santa Catarina, que morreu na noite deste domingo, 27, por volta das 20h, em Balneário Camboriú. O óbito se deu em decorrência de uma parada cardíaca. 

Jaison Barreto era natural de Laguna e tinha 88 anos. Cumpriu dois mandatos de deputado estadual e um de senador e em 1982. Além disso, disputou a candidatura a governador de Santa Catarina. Na época do regime militar, entre 1971 e 1986, lutou pelo retorno da democracia no país. O próprio político se intitulava como “democrata otimista”. “Ele foi um grande combatente para o retorno do país à democracia, para as liberdades civis e políticas, em favor da inclusão social”, destacou Wedekin.

Para Nelson, Jaison era capaz de verbalizar o sentimento das amplas massas populares de uma forma contundente e brilhante. “Era brilhante nos seus raciocínios e absolutamente imbatível”, destacou, acrescentando que “a palavra é a mais poderosa arma na política e na vida, ele movimentou as multidões no Estado de Santa Catarina”. 

Ouça a entrevista completa na íntegra: